Sport vence Atlético-PR com gol de Diego Souza em pênalti inexistente

Do UOL, em São Paulo

Um jogo difícil de se assistir, para dizer o mínimo. Mesmo assim, o Sport conseguiu vencer o Atlético-PR por 1 a 0 na Ilha do Retiro neste domingo, em jogo no qual as duas equipes atuaram com cores muito semelhantes e confundiram os profissionais que transmitiram a partida.

O único gol foi marcado por Diego Souza na cobrança de um pênalti que não existiu. O resultado colocou o Leão no 11º lugar com 15 pontos, a quatro de distância do primeiro colocado da zona de rebaixamento - agora, o São Paulo. O Furacão, por sua vez, é o 14º colocado e soma 14 pontos.

A voz do povo...

Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Diego Souza está na mira do Palmeiras, mas ainda não saiu do coração da torcida do Sport. O público presente na Ilha logo tratou de engatar a cantoria de "fica, Diego" antes mesmo do apito inicial, o que parece ter inspirado o meia no segundo tempo.

Aos 30 minutos, o árbitro viu toque de mão de Wanderson - que não existiu, já que o jogador do Furacão puxou o braço para trás imediatamente e não encostou na bola - e marcou o pênalti. Diego Souza converteu a cobrança com muita categoria e garantiu a vitória do time da casa. Será que ele fica no clube, como pediu a torcida?

Show de horrores

O Sport foi indiscutivelmente mais ofensivo no primeiro tempo, mas isso não quer dizer muita coisa. As duas primeiras chegadas do Leão ao ataque passaram longe do gol de Weverton, como no chute desorientado de Rithely aos 13 minutos.

A situação começou a melhorar aos 39, quando Osvaldo cabeceou para a defesa do goleiro atleticano. Quando a bola voltou em mais um cruzamento, André escorou a bola na trave e perdeu a chance de surpreender Weverton.

A única defesa de Magrão em toda a partida ocorreu só aos 38 do segundo tempo, quando Douglas Coutinho chutou e, enfim, testou as luvas do goleiro do Sport. Que fase do Atlético...

Quem é quem?

Reprodução/Premiere

Sport e Atlético-PR entraram em campo com uniformes muito semelhantes. O resultado foi uma transmissão confusa na televisão – as camisas brilhavam em tons avermelhados quando os jogadores estavam sob o sol, de modo que só as faixas pretas e os números dourados da camisa do Leão distinguiam os adversários. Missão muito difícil para quem teve que narrar a partida. O árbitro Grazianni Maciel Rocha, no entanto, não pareceu se incomodar, e os dois times voltaram para o segundo tempo vestindo as mesmas coisas.

Sai da frente

Mesmo pouco incisivo no jogo, o Atlético-PR foi até voluntarioso. A prova disso veio aos quatro minutos do segundo tempo, quando Cascardo correu muito para tentar impedir a saída da bola pela lateral e acabou dando um carrinho no bandeirinha.

A bola corre nisso aí?

O gramado da Ilha do Retiro deixou a desejar, pelo menos na aparência. Falhas enormes em vários setores do campo chegaram a comprometer alguns passes rasteiros, e teve até jogador devolvendo tufo de grama para o lugar certo. Vale destacar que o estádio foi palco do segundo jogo da final do Campeonato Pernambucano feminino neste sábado, na qual as meninas do Sport foram campeãs.

Campeão em dobro

Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Além das mulheres, o time masculino do Sport também conquistou o título pernambucano na última semana: a equipe vence o Salgueiro por 1 a 0 no Cornélio de Barros, na quarta-feira, e levantou a taça do estadual. Este domingo marcou o reencontro da torcida com os campeões.

FICHA TÉCNICA
SPORT 1 X 0 ATLÉTICO-PR

Data e hora: 02/07/2017, às 16 horas (de Brasília)
Local: Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Auxiliares: João Luiz Coelho de Albuquerque e Wendel de Paiva Gouveia (RJ)
Público e renda:
Cartões amarelos: Diego Souza (Sport); Matheus Rossetto, Bruno Guimarães, Wanderson (Atlético-PR)
Gols: Diego Souza, aos 30 minutos do segundo tempo (Sport)

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Sander; Rithely, Patrick e Diego Souza; Everton Felipe (Rogério), Osvaldo e André (Rodrigo)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

ATLÉTICO-PR: Weverton; Cascardo, Paulo André, Wanderson e Nicolas; Deivid, Matheus Rossetto (Bruno Guimarães), Douglas Coutinho, Matheus Anjos (Yago) e Lucho González (Carlos Alberto); Grafite
Técnico: Eduardo Baptista

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos