Robinho alcança maior jejum de gols desde que chegou ao Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • André Yanckous/AGIF

    Robinho lamenta oportunidade desperdiçada pelo Atlético-MG

    Robinho lamenta oportunidade desperdiçada pelo Atlético-MG

Robinho vive o seu pior momento pelo Atlético-MG. No empate por 1 a 1 com o Botafogo, no último domingo (9), o atacante chegou à marca de 11 partidas sem balançar as redes, a maior pelo clube que defende desde fevereiro de 2016.

A última vez que o Rei das Pedaladas marcou um gol pelo Galo foi em 28 de maio passado. Na ocasião, a equipe empatou em 2 a 2 com a Ponte Preta, em pleno estádio Independência. Já são 44 dias sem celebrar.

Desde o tropeço no Campo do Horto, o atacante tem encontrado dificuldades para balançar as redes. Ele passou em branco em jogos de Copa do Brasil, Brasileirão e Libertadores da América. A lista de jejum do camisa 7 contempla os compromissos diante de Paraná, Palmeiras, Avaí, Vitória, Atlético-PR, São Paulo, Sport, Botafogo, Cruzeiro, Jorge Wilstermann (BOL) e Botafogo.

Antes da série atual série sem gols, o jogador havia ficado no máximo nove partidas em jejum. O fato ocorreu entre 21 de setembro e 29 de outubro de 2016 - o que acarreta na marca de 39 dias.

Na ocasião, Robinho deixou de balançar as redes nos jogos contra Internacional (duas vezes), Juventude, Ponte Preta, Corinthians, América-MG, Botafogo, Juventude e Figueirense. Os duelos eram válidos por Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

O Rei das Pedaladas tem uma boa chance de voltar a marcar diante do Santos, seu ex-clube, nesta quarta-feira (12), pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo ocorrerá no estádio Independência, em Belo Horizonte.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos