Em jogo de pênaltis perdidos, Santos bate Galo com gol de falta no fim

Do UOL, em Santos (SP)

O Santos venceu o Atlético-MG por 1 a 0 nesta quarta-feira, no estádio Independência, em jogo válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado por Daniel Guedes em cobrança de falta aos 48 minutos do segundo tempo. A partida ficou marcada pelas atuações dos goleiros Victor e Vanderlei. Cada um pegou um pênalti no primeiro tempo. Fred desperdiçou para o Galo, enquanto Kayke perdeu para o alvinegro praiano.

Vanderlei ainda fez outras grandes defesas e terminou o jogo com dores. O atleta chegou a chorar durante o atendimento médico no gramado e não pôde ser substituído, pois Levir Culpi já havia realizado as três alterações. 

A vitória coloca o Santos na vice-liderança da competição, com 23 pontos. Já o Galo cai para a nona colocação, com 17 pontos ganhos. Na próxima rodada, o Atlético-MG encara o Atlético-GO, domingo, às 16h (de Brasília), em Goiânia. No mesmo dia e horário, o Santos enfrenta o Vasco no Rio de Janeiro.

Quem foi bem: Bruno Henrique deu trabalho a Marcos Rocha

O atacante Bruno Henrique foi responsável por puxar os contra-ataques do Santos. Ele deu muito trabalho para Marcos Rocha. Em um deles, o lateral fez pênalti ao derrubar o santista dentro da área.

Quem foi mal: Leandro Donizete continua mal no Santos

O volante Leandro Donizete mais uma vez não soube aproveitar a oportunidade como titular. Bastante lento, o atleta deu liberdade para os meias do Galo. Além disso, o volante tropeçou e derrubou Marlone dentro da área. O juiz marcou pênalti. 

Volante "general" é homenageado por torcida do Galo

Reprodução/Twitter

O volante Leandro Donizete foi homenageado pela torcida do Atlético-MG, como já era esperado antes do jogo. O veterano, campeão da Copa Libertadores da América e da Copa do Brasil pelo Galo, é chamado de "general" pela torcida mineira. 

Victor pega pênalti de Kayke

O goleiro Victor pegou com facilidade o pênalti batido por Kayke aos 28 minutos do primeiro tempo. O goleiro encaixou a bola e não deu nem rebote. Kayke bateu fraco no canto esquerdo do goleiro. O juiz marcou pênalti após Marcos Rocha derrubar Bruno Henrique na área. Foi o terceiro pênalti que o goleiro Victor pegou no Campeonato Brasileiro em quatro cobranças. Ele defendeu cobranças de Willian (Palmeiras), Roger (Botafogo) e agora Kayke (Santos). Apenas do Henrique Dourado (Fluminense) venceu o goleiro.

Vanderlei "retribui" e defende pênalti de Fred

No final do primeiro tempo, aos 46 minutos, o goleiro Vanderlei pegou pênalti do atacante Fred. O centroavante bateu fraco, no canto direito do goleiro, que fez boa defesa.

Fred ainda perde "gol feito" no 1º tempo

O atacante Fredd perdeu um "gol feito" no primeiro tempo. Após boa jogada de Cazares, o volante Elias chutou e o goleiro Vanderlei deu rebote. A bola sobrou para Fredd na pequena área, mas o centroavante, desajeitado, finalizou por cima do gol.

Santos e Atlético-MG priorizam ataque, mas falham bastante

Além dos pênaltis desperdiçados por Fred e Kayke, Atlético e Santos perderam outros gols durante a partida. Elias, Fred, Marlone, Cazares, Kayke, Bruno Henrique e Vecchio perderam boas oportunidades de abrir o marcador. Foram muitas oportunidades devido a postura ofensiva dos dois times. Levir Culpi e Roger Machado priorizaram ao ataque. 

Maestro no lugar de Lucas Lima, Vecchio perde grande chance

Vecchio, um dos pivôs da queda de Dorival Júnior no Santos, teve mais uma chance de atuar como titular. Levir escalou o argentino na vaga de Lucas Lima, suspenso. O meia teve atuação razoável, mas ficou marcado por perdeu um gol na entrada da pequena área no primeiro tempo. 

Robinho "esquenta" o banco e é vaiado por santistas

André Yanckous/AGIF

O atacante Robinho "esquentou" o banco de reservas a maioria do jogo. Ele entrou na metade do segundo tempo. Neste momento, o ex-camisa 7 do Santos foi vaiado pelos santistas que estavam nas arquibancadas do Independência. Robinho praticamente não causou perigo para defensa de sua ex-equipe. 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 0 X 1 SANTOS
 
Data: 12 de julho de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ).
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Michael Correia (RJ)
PÚblico: 12.949
Renda: 333.473,00
 
Cartões amarelos: Vecchio e Daniel Guedes (Santos)
 
GOL: Daniel Guedes aos 48 minutos do segundo tempo
 
ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Gabriel, Bremer e Fábio Santos; Rafael Carioca, Yago (Valvidia), Elias e Cazares; Marlone (Robinho) e Fred (Rafael Moura).
Técnico: Roger Machado.
 
SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Leandro Donizete (Alison), Thiago Maia e Vecchio; Thiago Ribeiro (Vladimir Hernandez), Bruno Henrique e Kayke (Serginho).
Técnico: Levir Culpi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos