Caça ao líder! Só um clube da Série A é mais eficiente que Fla: Corinthians

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/Flamengo

    Éverton Ribeiro e Diego são dois dos principais nomes rubro-negros no ano

    Éverton Ribeiro e Diego são dois dos principais nomes rubro-negros no ano

A frieza dos números às vezes distorce a realidade do campo. No caso de Flamengo e Corinthians, vice e líder do Campeonato Brasileiro, respectivamente, a matemática ajuda a explicar a posição dos dois clubes no torneio. Neste ano, ninguém venceu ou foi mais eficiente que os rivais, que agora prometem brigar de forma dura pelo título nacional. 

Do início da temporada até aqui, o Rubro-negro é o clube da Série A que somou mais vitórias: em 42 jogos oficiais, a equipe de Zé Ricardo venceu 26 vezes, com 12 empates e quatro derrotas. O Alvinegro, por sua vez, atuou três vezes menos e deixou o gramado 24 vezes vitorioso. No mais, 13 igualdades e apenas dois tropeços.

O número maior de triunfos pode ser explicado pelos mais frequentes compromissos dos cariocas na temporada, já que a equipe ainda joga a Primeira Liga e atuou pela Copa Libertadores, dois torneios que não fizeram parte do calendário corintiano em 2017.

Líder absoluto do Brasileiro com nove pontos de vantagem sobre o Flamengo, o Corinthians dá o troco no rival se o índice de aproveitamento for medido. Nesta disputa paralela, os alvinegros vencem por 72,64% a 71,42%. Nas taças conquistadas, mais equilíbrio. Campeões em seus Estaduais, os dois já puderam comemorar no ano.

A tabela do Brasileiro se encarregou de colocar frente a frente quatro dos principais postulantes ao título nacional este ano. Na quarta, o Palmeiras recebe a visita do rival Corinthians. Um dia depois, a Ilha do Urubu será o palco para o clássico entre Flamengo e Grêmio.

Ainda que o Corinthians seja o alvo a ser atingido, o discurso no Ninho do Urubu é de pensar jogo a jogo. Após o treino desta terça-feira, o zagueiro Rafael Vaz, que deverá ser titular na Ilha, falou sobre a perseguição ao concorrente:

"Estão errando o mínimo possível. Temos de fazer nossa parte. Primeiro vamos pensar na quinta. Tudo é possível no Brasileiro, temos de contar com números. Temos de fazer um grande jogo e brigar pelo título, mas jogo após jogo", disse o camisa 33.

Para o jogo ante o Tricolor, o técnico Zé Ricardo não poderá contar com Guerrero, suspenso, e muito provavelmente terá também a baixa do zagueiro Rhodolfo, com problemas no adutor. A boa nova é que o atacante Geuvânio poderá ser opção no banco de reservas pela primeira vez. O Fla aguarda a resolução dos últimos trâmites burocráticos para contar com o reforço.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos