"As pessoas não acreditavam em nós", diz Milton após vitória do Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

Os primeiros três pontos fora de casa aconteceram, enfim, para o Vasco. E justamente no momento de maior turbulência do clube, após os incidentes em São Januário no último sábado que culminaram na interdição do estádio pelo STJD. Após a goleada por 4 a 1 sobre o Vitória, nesta quarta-feira, em Salvador (BA), o técnico Milton Mendes ressaltou a desconfiança que pairava sobre sua equipe.

"Realmente as pessoas não acreditavam na nossa equipe, mas quem esteve na coletiva antes do jogo sabe que eu disse que confiava muito nos meus jogadores. Eles encararam esse jogo de uma forma muito positiva. Houve uma entrega muito grande", parabenizou.

Milton Mendes revelou que o trauma dos atletas após a derrota para o rival Flamengo e as cenas de barbárie presenciadas foi trabalhado de maneira tranquila ao longo dos dias que se passaram ao clássico.

"Eu não perco meu equilíbrio por uma derrota e nem por uma vitória. Mantenho minha calma sempre. Logico que, como líder, tenho que ter uma forma de levantar logo nossos jogadores. Não teve nenhum problema emocional. Nos momentos bons não pode ser eufórico, e nem nos ruins, depressivo", destacou.

O treinador frisou a importância de levantar a cabeça o quanto antes:

"Futebol tem algumas nuances que ultrapassam dentro de campo e essa foi uma delas. Perdemos por 1 a 0 para o Flamengo. Dentro de campo, foi normal. Anormal foi fora e sobre isso não falo. Nosso jurídico é quem fala. O futebol é de ganhar, perder, cair e levantar, e quem levantar primeiro está preparado para seguir em frente".

Com São Januário interditado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Vasco enfrentará o Santos, neste domingo, no estádio Nilton Santos com portões fechados por imposição da CBF.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos