Cuca diz que é responsável por revés: "Não consigo achar um time titular"

Danilo Lavieri e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

Cuca chamou a responsabilidade pela derrota para o Corinthians na noite desta quarta-feira (12) por 2 a 0. Mais do que isso. O treinador afirmou que ele é o único culpado pelo momento instável que vive o Palmeiras nesta temporada.

Nitidamente preocupado, o comandante afirmou que não consegue achar uma equipe titular para poder dar sequência e evitou falar de maneira individual do desempenho dos atletas.

"A responsabilidade da derrota ela é minha e infelizmente aconteceu, depois de um ano jogando em casa. O Corinthians está de parabéns. A gente não pode ser covarde de culpar quem contratou. O time é bom e o elenco é bom. Se não joga tudo o que pode, a culpa é de quem treina, que sou eu. A responsabilidade é minha. Quando você tem 40 mil pessoas no estádio e o resultado não vem, o torcedor pega no pé do Egídio, no meu pé, no do Borja. A gente precisa estar preparado", afirmou.

"Eu sou realista: não consegui definir um Palmeiras. Não defini a lateral, não consegui dar uma sequência para eles e dizer: 'vocês são meus titulares'. Não defini titularidade do centroavante. Não é porque não quero. É porque não consegui. A culpa é minha. A gente precisa assumir a responsabilidade, sou eu quem escalo e não consegui até agora. Ano passado eu tinha definido e quando precisava mexer eu conseguia criar alguma coisa. Esse ano, além de não ter nada, tento fazer criação que não ajuda".

Cuca praticamente abriu mão da disputa do Brasileirão. O time agora está a 16 pontos do líder Corinthians. O técnico afirmou que sua principal preocupação é achar um padrão de jogo para que a equipe consiga o título da Copa do Brasil ou da Libertadores.

O Palmeiras enfrenta o Cruzeiro no próximo dia 26 e precisa vencer o jogo no Mineirão para avançar à semifinal da Copa do Brasil. Na Libertadores, a equipe precisa vencer o Barcelona-EQU por dois gols de diferença. O jogo está marcado para o dia 9 de agosto, no Allianz Parque.

"Me preocupa essa situação, porque dia 26 tem jogo. E é o primeiro mata-mata e depois a Libertadores. E a gente precisa estar definido até lá".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos