Palmeiras deixa Allianz Parque calado e fecha treino após derrota

Danilo Lavieri e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo (SP)

O elenco do Palmeiras mudou o comportamento depois da derrota por 2 a 0 para o Corinthians, no Allianz Parque, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os jogadores ignoraram a zona mista e saíram calado da arena após o revés, o primeiro do time no estádio desde 24 de julho do ano passado – 1 a 0 para o Atlético-MG.

Nenhum jogador passou para conversar com os jornalistas, algo inédito nesta temporada. Geralmente, três ou quatro atletas, independente do resultado ou do jogo, encontram a imprensa na saída da arena. Apenas Edu Dracena, Willian e Fernando Prass falaram ainda no gramado após o fim da partida.

A ação inédita exibe uma consequência pela terceira derrota consecutiva na temporada. Antes de cair diante do maior rival em casa, o Palmeiras perdeu para o Cruzeiro (3 a 1), também pelo Brasileirão, e Barcelona-EQU (1 a 0), no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores.

A decisão de não falar se estenderá para a reapresentação do time, nesta quinta-feira, a partir das 15h30 (de Brasília), no Allianz Parque. O treino desta quinta-feira será fechado para a imprensa, e o clube alviverde decidiu que nenhum jogador concederá entrevista coletiva.

O Palmeiras mira a recuperação plena para o dia 9 de agosto, data da partida de volta contra o Barcelona. O atual campeão nacional dependerá de uma vitória por dois gols de diferença para reverter o confronto e avançar às quartas de final, mantendo-se na disputa pelo título do principal objetivo do ano.

No Campeonato Brasileiro são 16 pontos de desvantagem em relação ao próprio Corinthians, líder da competição. A chance de recuperação será neste domingo, a partir das 11h, contra o Vitória, novamente no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos