Dorival Júnior diz que situação do SP preocupa bastante: "É inaceitável"

Do UOL, em São Paulo

Dorival Júnior não esconde a preocupação com a situação do São Paulo. Neste domingo, na Arena Condá, em Chapecó, o Tricolor perdeu para a Chapecoense por 2 a 0 e completou nove jogos sem vencer. Após 14 partidas, o time soma apenas 12 pontos e está na zona do rebaixamento.  

"É inaceitável isso. É natural que estejamos preocupados e bastante. Percebemos que quando fizemos os gols contra o Atlético-GO também houve um desarranjo. Quando sofremos o gol, tivemos 20 minutos, mas houve um descontrole desnecessário, por tudo que vinha demonstrando. Era questão de tempo para conseguir uma tabela, uma definição. Mas é isso, momento difícil, conturbado, mas só nós podemos sair dessa situação", disse o treinador.

No primeiro tempo na Arena Condá, o São Paulo até teve o domínio das ações. Mas na etapa final, a Chapecoense abriu o placar e o Tricolor perdeu rendimento, permitindo que o adversário fizesse o segundo. Dorival viu uma evolução na equipe, mas destacou a falta de objetividade para criar as jogadas.

"É natural que preocupe, não estamos aceitando essa situação. Temos de ter o equilíbrio, para neutralizar esses erros. Diminuir, porque como falei, toda situação criada acaba indo no nosso gol. Nossa equipe mostrou uma evolução, mas a jogada final, ainda tem dificuldade. E diminui as oportunidades", afirmou Dorival.

O treinador encara com naturalidade a pressão sobre a equipe após mais um resultado negativo na temporada. Alguns jogadores até evitaram dar entrevista no fim da partida. 

"É um fato natural, são grandes jogadores. Acaba tirando um pouco da confiança, um resultado anormal. Eu tenho que dar razão a eles, não de não falar. Mas de falar menos e fazer mais. Tem de ter paciência. São Paulo precisa de uma vitória para ter uma confiança maior. Tivemos novamente umas situações muito boas, que não se completam, porém. Talvez seja esse o caminho para encontrar soluções", afirmou Dorival, que evitou fazer uma projeção de quando o São Paulo vai voltar a vencer. 

"A situação é muito ruim. Não tem um número que fale que na rodada seguinte, tudo vai se abrir. Temos de tirar força de onde não temos para sair dessa situação o mais rápido possível."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos