"Fazia tempo que eu não participava de um jogo tão sem graça", diz Levir

Do UOL, em Santos (SP)

Sem torcida no Engenhão, Vasco e Santos fizeram um jogo para ser esquecido na tarde deste domingo (16). Com muitos passes errados e faltas cometidas, foram poucas as chances de gol. Resultado: empate por 0 a 0 bastante criticado até pelo bem-humorado Levir Culpi, que apontou a partida como uma das mais 'sem graça' que pôde participar na carreira.

Questionado por um repórter se a ausência de torcida ajudou a piorar a partida, Levir Culpi concordou e foi além. "Absolutamente. Foi exatamente o que aconteceu hoje. Fazia muito tempo que eu não participava de um jogo tão sem graça. O único lucro é que nem a torcida do Vasco e nem a do Santos conseguiram me xingar, foi o único lucro que eu tive no jogo", brincou.

"0 a 0 foi o que o jogo mereceu, pelos antecedentes, por essa postura que nós costumamos ter com o nosso futebol. Mas espero que as leis sejam cumpridas porque está difícil de controlar as coisas. Infelizmente quem errou tem que pagar. E nós fomos obrigados hoje a participar de um jogo que não teve graça nenhuma", acrescentou o treinador santista.

Levir não gostou nada da partida contra o Vasco

Levir Culpi, que completou dez jogos no comando do Santos, destacou a necessidade que o time tem de melhorar. "Tem muita coisa pela frente ainda. O Santos tem uma boa estrutura, bom elenco, um time relativamente bom, mas, se não melhorar, não vamos conquistar nenhum título dos três que vamos disputar. Temos que correr para dar uma melhorada e os jogadores estão conscientes disso", completou o técnico.

Terceiro colocado da Série A com 24 pontos, o Santos agora abre a 15ª rodada em duelo contra a Chapecoense, quarta-feira (19), na Vila Belmiro, às 19h30.

Levir reconhece peso de desfalques em empate

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos