Goleiro do Santos aprova estreia, mas lamenta estádio vazio: "sem graça"

Do UOL, em Santos (SP)

Com Vanderlei e Vladimir vetados pelo departamento médico, João Paulo, jogador formado nas categorias de base da Vila Belmiro, ganhou neste domingo (16), diante do Vasco, a oportunidade de jogar a sua primeira partida como profissional pelo Santos. Seguro, ele ajudou o time paulista a segurar o empate por 0 a 0 e aprovou a sua estreia.

"Fico feliz. Minha estreia, e fico feliz de poder ter ajudado meus companheiros. Trabalhei muito para isso. Não é o resultado que a gente queria, mas esse ponto vai ser importante lá na frente", disse o goleiro, que fez duas boas defesas ao longo da partida – em chutes de Thalles e Nenê.

João Paulo, porém, lamentou o fato de ter estreado em uma partida sem torcida – os portões do Engenhão ficaram fechados por conta da punição ao Vasco.

"Futebol sem torcida é meio sem graça. Preferia com torcida, mas independente disso pude fazer um bom trabalho e ajudar meus companheiros", acrescentou o goleiro, que ainda achou um ponto positivo de o estádio estar vazio: "Acaba ajudando porque a gente acaba se orientando melhor ali na defesa".

Mostrando personalidade, João Paulo ainda discordou da pergunta de um repórter e negou que o Santos tenha feito o seu pior jogo no Brasileiro: "Não acho que foi o pior jogo nosso. A equipe se comportou bem defensivamente. Um lance ou outro que não caprichamos no ataque, mas eu acho que a equipe foi bem".

O Santos agora abre a 15ª rodada da Série A em duelo contra a Chapecoense, quarta-feira (19), na Vila Belmiro, às 19h30.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos