Jogos após lesão e Copa do Brasil explicam M. Rocha no banco do Atlético-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

Quando o Atlético-MG divulgou a escalação para o jogo com o Atlético-MG, o fato de Marcos Rocha estar no banco de reservas chamou a atenção, já que o camisa 2 é o titular do clube pela sexta temporada consecutiva. Mas para o duelo com o lanterna, Alex Silva foi escalado por Roger Machado para jogar.

Logo surgiu o questionamento sobre a opção do treinador, pois Marcos Rocha não teve uma boa atuação na derrota para o Santos. O lateral direito não conseguiu marcar Bruno Henrique e ainda cometeu um pênalti no atacante, mas que foi defendido por Victor em cobrança de Kayke. Seria uma escolha de Roger após o jogo ruim de Marcos Rocha?

A resposta é não e foi dada pelo treinador do Atlético. Após o triunfo sobre o Atlético-GO, o comandante do Galo explicou os motivos que fizeram Marcos Rocha ficar no banco de reservas no jogo disputado no Estádio Olímpico de Goiânia.

"O Rocha ficou quase 50 dias parados, por causa de uma lesão importante. Pelo planejamento, nos dois primeiros jogos a gente não o utilizaria até o fim. Porém, a necessidade do jogo fez com que ele ficasse em campo, a demanda do jogo pediu outras mudanças. Além disso, na Copa do Brasil a gente só tem o Rocha. É um planejamento visando a competição, para ele engatar uma sequência sem ter lesão", justificou Roger Machado.

Como as inscrições para a Copa do Brasil se encerraram no dia 24 de abril, jogadores que chegaram após essa data não podem disputar o torneio, caso do lateral direito Alex Silva, que também disputou as fases preliminares da competição pelo América-MG. Como o lateral direito Carlos César segue no departamento médico e não vai ter condição de jogar no final deste mês, Marcos Rocha é o único jogador da posição à disposição de Roger Machado.

O camisa 2 do Atlético se lesionou justamente numa partida da Copa do Brasil, contra o Paraná, pelas oitavas de final, no triunfo por 2 a 0, no Independência. Marcos Rocha rompeu o tendão da coxa esquerda e ficou mais de um mês sem condição de jogo. O retorno aconteceu no empate em 1 a 1 com o Botafogo, há pouco mais de uma semana, no Rio de Janeiro.

E é no Estádio Nilton Santos que o Atlético vai decidir seu futuro na Copa do Brasil. O jogo de volta com o Botafogo, pelas quartas de final, está marcado para o dia 26, às 19h30. Como venceu por 1 a 0, o Galo só fica fora se perder por dois gols de diferença ou na disputa de pênaltis, caso seja derrotado por 1 a 0.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos