Mano elogia postura do Cruzeiro, vê evolução e cita justiça no resultado

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

O Cruzeiro teve chances mais claras de sair de campo vencedor, mas o empate por 1 a 1 diante do Flamengo, no Mineirão, acabou sendo justo para as duas equipes. Esta foi basicamente a análise de Mano Menezes sobre o time do Cruzeiro após o resultado deste domingo. Em sua entrevista após o jogo, o comandante elogiou a postura do time, que já está a três jogos sem perder, e disse que sai satisfeito com seus jogadores, apesar do empate.

"É atrás desse Cruzeiro que estamos indo, precisamos recuperar essa identidade da equipe. Iniciamos o ano assim e acabamos perdendo isso. E quando perdemos, nós não fomos bem. A mensagem mais dura que existe é a derrota. Quando ela aconteceu, nos mostrou que não basta só jogar bem, mas que precisamos ser uma equipe mais equilibrada, como fomos hoje", comentou o treinador, insatisfeito com o empate, mas feliz pela evolução do time.

Depois de sair atrás no marcador, o Cruzeiro empatou o jogo com Sassá, que estava em campo há pouco mais de um minuto. Autor do gol, o atacante ainda teve a chance de se consagrar, mas preferiu finalizar ao servir Rafael Sóbis, que estava de frente para o gol em um lance seguinte. Apesar dessa e de outras chances de perigo no segundo tempo, Mano viu justiça no placar e evitou classificar o empate como tropeço.

"A sensação que fica do jogo, a ideia é que foi um jogo foi justo. Não aconteceu nenhuma falha do juiz em lance capital, ele não influenciou em nenhum lance, foi justo. E o futebol é isso. Tivemos chances mais claras, mas fizemos um só, é justo", acrescentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos