Renato pede desculpa e muda termo ao falar do Corinthians: "Vai tropeçar"

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

Renato pediu desculpas. Logo depois da vitória em cima da Ponte Preta, por 3 a 1, o treinador do Grêmio abriu a entrevista coletiva fazendo referência à frase proferida sobre o Corinthians na rodada anterior. De acordo com o técnico, ele usou o termo errado ao projetar o desempenho do time paulista.

Logo depois da vitória em cima do Flamengo, Renato disse que o Corinthians despencaria.

"Peço desculpas porque me posicionei mal após o jogo do Flamengo. Disse que o Corinthians despencaria. Peço desculpas. Quis falar que ele tropeçaria. Despencar fica muito mais difícil, mas tropeçar ele vai", disse Renato.

No restante da entrevista, o treinador exaltou o fato do Grêmio ter vencido um adversário que atuou fechado e pediu para o Tricolor deixar de pensar no Corinthians e focar em fazer 'a sua parte' no Campeonato Brasileiro.

"O Grêmio merecia a vitória. Não jogamos tão bem no primeiro tempo, mas quem sempre procurou a vitória foi o Grêmio. O Grêmio buscou o tempo todo", disse o técnico.

E de fato, o Grêmio protagonizou um jogo de ataque contra defesa. Só que o volume de todo o primeiro tempo não foi suficiente para abrir o placar. Sem criatividade e preso nas linhas fechadas, o Tricolor quase não criou.

"Nós já sabíamos que a Ponte ia jogar daquela forma. Ia tentar achar gol, como foi com o Avaí. Infelizmente eles acharam no primeiro tempo e estava difícil entrar na defesa deles. No segundo tempo botei um jogador de drible e aí teríamos os dois lados para entrar. O time cresceu, começou a criar e fizemos os gols", comentou Renato Gaúcho.

A vitória, de virada, fez o Grêmio diminuir a distância em relação ao líder Corinthians. Apesar da queda de dois pontos, Renato preferiu não abrir torcida contra o Timão.

"Acima de tudo, o Grêmio precisa fazer a parte dele. Não adianta o Corinthians tropeçar e o Grêmio não ganhar. E pode ter certeza, outros também vão chegar. Ninguém aqui está tirando os méritos do Corinthians, mas repito: não tem equipe no mundo que comece e siga assim. Vai tropeçar. Mas o Grêmio não pode tropeçar também. Temos que fazer a nossa parte e depois ver os jogos do Corinthians. E tomar cuidado com o grupo que vem atrás da gente", afirmou.

Renato diz que esperava Ponte Preta fechada

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos