Atletas tentam encontrar palavras para explicar 4ª queda atleticana em casa

Enrico Bruno e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

Pela quarta vez neste Brasileirão, o Atlético-MG saiu derrotado em pleno Independência. Depois de cair para o Fluminense, Atlético-PR e Santos, a derrota de 2 a 0 para o Bahia se junta a mais um vexame alvinegro dentro de casa. debaixo de muita vaia, os jogadores deixaram o campo tentando explicar a mais nova queda em Belo Horizonte.

"Vamos continuar trabalhando, confiando, sabendo das adversidades, mas procurando evoluir e dar uma guinada. Futebol às vezes tem disso, o goleiro deles pegando tudo, a gente fazendo tudo certo, mas eles chutam duas vezes e marcam. Agora é trabalhar forte para melhorar", disse o atacante Fred, que além de cometer o pênalti em cima de Zé Rafael, ainda teve quatro boas oportunidades, mas parou no goleiro Jean.

Capitão do time, o goleiro Victor também foi um dos poucos atletas a conversar com a imprensa e tentar falar sobre o mau desempenho do time no palco em que se transformou em santo pelo torcedor.

"Fica difícil explicar, estamos trabalhando, mas a bola não está entrando. Temos que trabalhar para melhorar esse retrospecto e voltar a fazer do Horto nossa força mais uma vez", disse o camisa 1.

Até aqui, o Atlético já fez oito jogos dentro de casa neste Brasileiro, mas saiu vencedor em apenas duas ocasiões, empatando outras duas e perdendo quatro. Problema dos últimos anos, o desempenho fora de casa é um dos melhores: três vitórias, três empates e apenas uma derrota.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos