Fernandinho brilha, Grêmio vence Vitória e segue à caça do líder

Do UOL, em Porto Alegre

A perseguição do Grêmio ao Corinthians segue. Nesta quarta-feira (19) o time gaúcho venceu o Vitória, em Salvador, por 3 a 1. Os gols de Fernandinho, Arthur e Ramiro decidiram uma partida controlada pelo Tricolor do início ao fim e ampliam o drama da equipe baiana.

Ao mesmo tempo em que o placar leva o Grêmio aos 31 pontos, mantém o Vitória com míseros 12.

Com o resultado no Barradão, e o empate do Corinthians diante do Avaí em Florianópolis, a diferença do Grêmio em relação ao líder diminuiu. Até o início a distância era de oito pontos e agora caiu para seis.

O Grêmio deu de ombros para os desfalques de Geromel, Michel e Luan. O zagueiro, aliás, virou baixa no aquecimento por desconforto muscular. O Vitória fez novo jogo pobre no setor ofensivo e cheio de falhas na defesa.

Quem brilhou: Fernandinho, do Grêmio

O gol de falta e a assistência para Arthur pesam, mas a atuação como um todo foi muito boa. Intenso, o camisa 21 ajudou o meio-campo do Grêmio a manter o nível mesmo com as baixas.

Quem decepcionou: Cleiton Xavier, do Vitória

Capitão do time baiano, o experiente meia naufragou na missão de liderar o ataque. Foi sacado no começo da segunda etapa e teve a pior das reações da torcida: a indiferença.

Personagem: Deivid e duas entradas em campo

Deivid foi a alteração do Vitória no intervalo de jogo e precisou entrar duas vezes. Como não obedeceu ao protocolo, à beira do gramado e com placa sinalizando que saiu, o volante teve de deixar o campo. O detalhe: com três minutos de jogo. Uma cena insólita.

Mesmo diferente, Grêmio controla o jogo

O Grêmio sem Geromel, Michel e Luan quase não mudou. Abrindo mão de um pouco da posse de bola, o Tricolor manteve bastante sua identidade e foi melhor que o Vitória. Mais perigoso, agudo, e efetivo. Fernandinho abriu o placar, de falta, com menos de 10 minutos e quebrou a estratégia dos donos da casa. O jogo de troca de passes do Tricolor só não encaixou melhor pelo gramado ruim no Barradão.

Ainda no primeiro tempo o Grêmio marcou 22 a 0 em jogada que resume seu jogo. Maicon deu lançamento que quebrou linhas, Pedro Rocha escorou e Fernandinho (dentro da área) achou Arthur do outro lado. O camisa 29 só rolou a bola para o fundo da rede. Um domínio total no lance.

A pressão dos donos da casa fez a defesa do Grêmio vazar, após escanteio, mas não colocou a vitória em xeque. Ramiro, em belo chute de fora da área, devolveu vantagem correspondente ao produzido pelos dois times.

Vitória baseia jogo em bola aérea

Cruzamentos, bolas longas e um pouco de chutes da intermediária. Essas fora as armas do Vitória para tentar fazer frente ao Grêmio. Não funcionou. O único gol do time baiano saiu após escanteio e teve ares de lance ao acaso. Deivid cabeceou depois de um primeiro toque fraco na área e vacilo da defesa. Aliás, o setor defensivo do time da casa foi precário. Alan Costa chegou a ser vaiado ainda no primeiro tempo.

Renato muda o meio e faz testes

Renato Gaúcho manteve as mudanças centralizadas no meio-campo. Maicon pegou a vaga de Michel, fora por virose, e Fernandinho foi herdeiro do lugar de Luan, preservado. Com eles, o setor teve Ramiro recuado e Arthur mais à frente. Com Fernandinho pelo lado direito.

Na etapa final, Barrios deu lugar a Everton. Maicon saiu para entrada de Jailson e Pedro Rocha foi sacado para entrada de Marcelo Oliveira. Essa terceira substituição deu espaço para um teste: Bruno Cortez mais ofensivo, como meia aberto pela esquerda.

'Adeus Gallo'

A campanha ruim e o desempenho pior em campo fizeram o torcedor do Vitória reagir. Ainda na metade do segundo tempo, o público passou a protestar contra a equipe e principalmente Alexandre Gallo. "Adeus, Gallo! Adeus, Gallo", cantaram os presentes.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 1 X 3 GRÊMIO

Data e hora: 19/07/2017 (quarta-feira), às 19h30 (Brasília)
Local: estádio Barradão, em Salvador (BA)
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (PE)
Auxiliares: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)
Cartões amarelos: Renê Santos, Trellez (VIT); Rafael Thyere, Kannemann, Lucas Barrios (GRE)
Gols: Fernandinho, aos 7 minutos do primeiro tempo (GRE), Arthur, aos 43 minutos do primeiro tempo (GRE), Ramiro, aos 17 minutos do segundo tempo (GRE) ; Deivid, aos 12 minutos do segundo tempo (VIT)

VITÓRIA: Fernando Miguel; Caíque, Alan Costa, Kanu e Geferson; Uilian Corrêa, Renê Santos (Deivid), Carlos Eduardo e Cleiton Xavier (Yago); Santiago Trellez e André Lima
Técnico: Alexandre Gallo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Rafael Thyere, Kannemann e Cortez; Maicon (Jailson), Ramiro, Fernandinho, Arthur e Pedro Rocha; Lucas Barrios (Everton)
Técnico: Renato Gaúcho

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos