Guerrero exibe marcas de arranhões e beliscões após duelo contra Palmeiras

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Divulgação

O atacante Paolo Guerrero amanheceu nesta quinta-feira (20) marcado pela "batalha" com os zagueiros Mina e Luan no empate por 2 a 2 com o Palmeiras. O jogador do Flamengo exibiu arranhões e beliscões sofridos durante o jogo realizado na Ilha do Urubu.

Ainda na saída de campo, ele se mostrou inconformado com as disputas e cobrou uma posição contundente da diretoria rubro-negra sobre as arbitragens no Campeonato Brasileiro.

Divulgação
As marcas no corpo de Paolo Guerrero após o duelo entre Flamengo e Palmeiras no Rio
"Olha aqui. Isso é futebol? Eu quero perguntar para o juiz: isso é futebol? Eu não sei. Não entendo. Quero falar com a diretoria do Flamengo. Toda hora fazem falta e não cobram", desabafou.

O comando Rubro-negro entregará um vídeo na CBF (Confederação Brasileira de Futebol) com os considerados erros de arbitragem e cobrará providências, já que julga o time prejudicado na competição. O presidente Eduardo Bandeira de Mello, no entanto, não se mostrou otimista com o efeito prático na ação.

"É muito desagradável perder pontos nessas circunstâncias. Dá vontade de desistir. Se isso é futebol, não tenho o menor prazer em participar disso. Vamos fazer um DVD, levar na CBF, mas vai acontecer o de sempre: nada! O Flamengo foi o único clube que apresentou um documento sobre arbitragem feito por auditoria independente, contabilizando os 90 minutos dos jogos e isso foi engavetado", encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos