Herói e vilão no Flu, cruzeirense Thiago Neves reencontra ex-clube

Leo Burlá e Thiago Fernandes

Do UOL, no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte

  • André Yanckous/AGIF

    Thiago Neves tem sido um dos maiores destaques do Cruzeiro

    Thiago Neves tem sido um dos maiores destaques do Cruzeiro

O nome Thiago Neves causa sensações misturadas para o torcedor do Fluminense. Dos títulos conquistados ao pênalti perdido na final da Libertadores, o jogador é do tipo que divide as opiniões.

Hoje titular do Cruzeiro, o meia revê o clube que o projetou, às 19h30, no Giulite Coutinho, em noite de reencontro com a sua própria história. Foi no rival desta noite que Thiago brilhou mais intensamente. Campeão da Copa do Brasil-2007 e do Brasileiro-2012, o armador teve de conviver com alguns percalços. Vestir a camisa do rival Flamengo foi um erro imperdoável para alguns. E o que Thiago pensa desta relação de amor e ódio? O próprio explica.

"Minha relação com a torcida do Fluminense é de bastante respeito e carinho. Vivi grandes momentos lá, fui feliz demais e sempre que encontro um torcedor tricolor sou muito bem tratado. É um sentimento recíproco, mas que agora fica congelado". Eles querem vencer, eu também. Será um grande jogo", disse ele ao UOL Esporte.

Os quatro anos vividos nas Laranjeiras renderam mais do que troféus ou dores de cabeça para Thiago Neves, que encontrou seu amor no Rio de Janeiro. Casado com a tricolor fanática Marcella, Thiago já começou o duelo contra o Flu dentro de casa. Ele jura que o coração de Marcella virou azul, mas ela mesmo admitiu que está dividida em uma postagem em rede social.

"Já falei com ela que agora a história é diferente, que vai ter que deixar o clubismo de lado (risos). Brincadeiras à parte, ela é bem tranquila e, claro, torce por mim".

Dhavid Normando/Photocamera

Lembranças à parte, o meia começa a escrever a sua história pelo clube celeste. Maior contratação da temporada, ele vem dando o retorno esperado pela torcida e por Mano Menezes. Absoluto entre os titulares, ele já atuou em 30 partidas no ano. Marcou 11 gols e distribuiu sete assistências, tornando-se o principal nome do time neste segundo quesito.

Em ascensão em seu retorno ao Brasil após uma longa passagem por Arábia Saudita e Emirados Árabes, o meia evita falar se atingiu o ápice físico e técnico desde que chegou a Belo Horizonte, mas afirma estar totalmente adaptado ao futebol brasileiro.

"Sinceramente, acho que não cabe a mim ficar avaliando ou não, até porque acredito que posso evoluir ainda mais. Sempre trabalho visando melhorar meu rendimento físico e técnico, mas vivo meu melhor momento no clube. Nessa volta ao Brasil, senti um pouco a questão da intensidade e da velocidade do jogo daqui. No início não foi fácil, mas agora me sinto em ótima forma", garantiu.

Com 20 pontos, o Tricolor quer engatar a segunda vitória consecutiva para se aproximar do G-6. Já o Cruzeiro, que empatou contra o Flamengo na última rodada, joga por um triunfo para ficar entre os seis primeiros.

Ficha técnica

Fluminense x Cruzeiro

Local: Giulite Coutinho, Mesquita (RJ)

Data: 20 de julho de 2017 (quinta-feira)

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)

Fluminense
Júlio César; Lucas, Frazan, Henrique e Léo; Orejuela, Marlon Freitas (Welligton Silva) e Wendel; Gustavo Scarpa, Richarlison e Pedro (Dourado). Técnico: Abel Braga

Cruzeiro
Fábio; Lucas Romero, Murilo Cerqueira, Léo e Diogo Barbosa; Lucas Silva, Ariel Cabral, Thiago Neves e Élber; Alisson e Sassá. Técnico: Mano Menezes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos