Rodada do Brasileirão derruba quatro técnicos; 10 já caíram em 15 rodadas

Do UOL, em São Paulo

A 15ª rodada do Campeonato Brasileiro foi marcada pela dança dos técnicos. Quatro treinadores não resistiram a derrotas de suas equipes e acabaram demitidos: Roger Machado, Pachequinho, Alexandre Gallo e Doriva.

Em 15 rodadas, 10 treinadores já perderam seus empregos. Além deles, outros três deixaram o cargo para assumirem outra função dentro do próprio clube (Paulo Autuori no Atlético-PR e Petkovic no Vitória) ou trocaram de time (Guto Ferreira foi do Bahia para o Internacional).

Dos times que disputam a Série A do Brasileirão, Corinthians, Grêmio, Flamengo, Palmeiras, Botafogo, Cruzeiro, Fluminense, Vasco, Ponte Preta e Avaí mantêm seus técnicos desde o início da competição.

Doriva foi demitido do Atlético-GO após a goleada sofrida pelo time contra o Sport na última quinta (20) por 4 a 0. A posição na tabela da equipe - lanterna da competição - também piorou a situação do treinador, que foi o segundo demitido pelo clube durante o Brasileirão. 

Roger Machado não resistiu no comando do Atlético-MG depois de o time perder por 2 a 0 para o Bahia dentro de casa. A equipe ocupa a parte intermediária da tabela, na 11ª colocação, com 20 pontos. 

Pachequinho deixou o Coritiba após o seu clube também ser goleado por 4 a 0, para a Ponte Preta. O treinador havia assumido o comando do time permanente em maio após a demissão de Paulo César Carpegiani. 

Alexandre Gallo não resistiu à derrota do Vitória por 3 a 1 contra o Grêmio e acabou demitido. O comandante estava dirigindo a equipe há apenas dois meses. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos