Eduardo quer Atlético-PR jogando feio, mas técnico discorda e aceita ofensa

Do UOL, em São Paulo

O Atlético-PR perdeu para a Ponte Preta neste domingo (23), está há oito jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro e precisa achar uma estratégia para voltar a vencer. Mas o técnico Fabiano Soares e o atacante Eduardo da Silva discordam sobre qual tática o time deve usar daqui para frente.

Logo depois da partida na Arena da Baixada, em entrevista ao Premiere, Eduardo disse que o Furacão devia atuar de forma mais defensiva: "a gente tem que jogar feio. Tem que juntar todos e jogar como todos times fazem fora de casa, fechados e por uma bola. Com certeza a gente vai sair dessa", prometeu.

Já Fabiano discorda e acredita que o Atlético-PR deve buscar sempre ter mais posse de bola: "a maneira mais perto de se ganhar é ter a bola, criando ocasiões. E um dia, quando a bola entrar, nós vamos ter mais tranquilidade para jogar. Estamos tendo pressa para jogar e marcar o nosso gol".

Pouco conhecido no Brasil, Fabiano já chegou ao Atlético-PR sob desconfiança e por isso tem sido muito criticado pela torcida. Ouviu inclusive muitas ofensas da arquibancada. Questionado sobre isso, ele encarou a pressão com normalidade: "está no contrato xingar mãe e o treinador. A gente está chateado porque não ganhou, mas não fomos capazes de ganhar o jogo. Quando a torcida reclama, ela tem razão. Eu aceito sem problema nenhum".

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos