F. Santos discorda de crítica da torcida do Atlético-MG: "sem vergonha não"

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

Em mais uma derrota do Atlético-MG como mandante na atual edição do Campeonato Brasileiro, a torcida que compareceu ao estádio Independência demonstrou bastante insatisfação. Os gritos de "time sem vergonha", porém, não são apoiados por Fábio Santos.

O lateral esquerdo que sofreu um corte na cabeça e ainda teve um problema no joelho esquerdo durante o revés para o Vasco, por 1 a 0, discorda da manifestação da torcida que compareceu ao estádio. Ele crê que não falta vergonha aos jogadores do time de Belo Horizonte.

"Time sem vergonha não, porque olha como a gente está saindo do campo, todo arrebentado. Falta de trabalho e empenho não é, mas a gente precisa melhorar muita coisa. O grupo precisa render mais", comentou.

Ainda sem saber a gravidade do problema sofrido na perna, o camisa 6 garante que necessita de uma exame para comentar uma possível ausência do time que será comandado por Rogério Micale a partir desta segunda-feira (24):

"Uma dor que já tive, no colateral medial. Não sei se foi torção ou pancada. A gente tem que ver amanhã (segunda-feira) para ver como está".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos