Interino crê que chegada de Micale e Copa do Brasil mudarão postura do Galo

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

As derrotas consecutivas como mandante no Campeonato Brasileiro, diante de Santos, Bahia e Vasco da Gama, fizeram o Atlético-MG ficar mais próximo da zona de rebaixamento que do grupo de classificação para a Libertadores.

Com 20 pontos na 13ª colocação, o Galo está três à frente do Avaí, 17º posicionado, e a quatro do Sport, sexto.

Após o tropeço diante do Cruzmaltino, Diogo Giacomini, membro da comissão fixa da Cidade do Galo e técnico interino até a chegada de Rogério Micale, crê que a necessidade de jogar uma partida pelas quartas de final da Copa do Brasil e a contratação de um novo treinador serão cruciais para a mudança de postura no principal torneio nacional.

"A própria troca de chave do campeonato é um fator que vai nos ajudar. Se tivéssemos que jogar outro jogo do Campeonato Brasileiro, seria difícil retomar o caminho das vitórias. A chegada do Rogério Micale amanhã (segunda-feira) vai dar um ânimo para o grupo para chegarmos na quarta-feira e darmos uma retomada no Campeonato Brasileiro", declarou.

Rogério Micale chega à Cidade do Galo nesta segunda-feira (24) para suceder Roger Machado. Na quarta (26), ele já comanda o time diante do Botafogo, no Engenhão, pela partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Na ida, o Atlético venceu o duelo por 1 a 0 no Independência, com gol de Juan Cazares. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos