Bruno Henrique brilha com 3 gols e comanda vitória do Santos sobre o Bahia

Do UOL, em São Paulo

Com um show particular do atacante Bruno Henrique e um Pacaembu cheio, o Santos derrotou o Bahia neste domingo (23), por 3 a 0, em jogo válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, e recuperou o terceiro lugar na competição.

Com o resultado, o time paulista, que contou mais uma vez com uma equipe superofensiva, chegou aos 30 pontos e ultrapassou o Flamengo, que foi a 28 pontos depois da vitória sobre o Coritiba no sábado (22). Já o Bahia é o 13º, com 19 pontos.

Bruno Henrique foi o grande destaque da partida ao anotar três gols (os seus primeiros neste Campeonato Brasileiro). O meia Lucas Lima também apareceu bem, principalmente no segundo gol, quando deu um lindo drible no seu marcador antes de a bola sobrar para o atacante.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Bahia recebe o Sport, no domingo (30), às 16h (de Brasília). No mesmo dia, o Santos visita o Grêmio, às 19h.

Ale Cabral/AGIF
Lucas Lima e Bruno Henrique (dir.) comemoram um dos gols do Santos sobre o Bahia

O destaque

Bruno Henrique começou o jogo de forma tímida. Ele até encontrava bons espaços pelo lado esquerdo, mas parecia travado. Ouviu até alguns resmungos da torcida. No entanto, aos 28 minutos no primeiro tempo, o jogador aproveitou um rebote do goleiro Jean após um chute de Kayke e, sozinho, não desperdiçou. Já nos acréscimos da primeira etapa, depois de um belo drible de Lucas Lima (um toque de letra no meio das pernas de Eduardo), a bola sobrou para o atacante, que só emendou para as redes. No segundo tempo, ele também deixou a sua marca.

Pênalti! Ou não...

Aos 22 minutos do primeiro tempo, o árbitro marcou um pênalti de Tiago em Lucas Lima. Porém, conversou com o árbitro adicional e, segundos depois, voltou atrás na sua decisão e concedeu apenas escanteio para o Santos. "O zagueiro acabou indo bem. É meio estranho, porque [o árbitro] deu [o pênalti] e voltou, mas acabou acertando. Eu daria o pênalti, até porque estou no Santos [risos]", disse Lucas Lima ao canal Premiere na saída para o intervalo.

Vanderlei!

O Santos caiu muito de rendimento no segundo tempo. O Bahia se aproveitou disso. Faltou, porém, caprichar um pouco mais nas finalizações. Quando conseguiu acertar o pé, o time visitante parou em Vanderlei. Aos sete minutos, por exemplo, o goleiro se esticou todo para fazer uma excelente defesa em chute de Vinícius. No fim do jogo, fez outra excelente defesa em chute de Zé Rafael. Foi muito aplaudido pela torcida.

Festa na capital

Em uma manhã de muito sol em São Paulo, o Pacaembu recebeu um grande público neste domingo: 35.769 pessoas assistiram à vitória santista. A renda foi de R$ 1.262.430,00. A equipe saiu de campo muito aplaudida pela torcida.

Superofensivo

Assim como na vitória sobre a Chapecoense na rodada anterior do Campeonato Brasileiro, o Santos teve uma escalação superofensiva neste domingo. Levir contou com o retorno de Bruno Henrique, que cumpriu suspensão contra o time catarinense. Dessa forma, ele formou o trio de ataque ao lado de Copete e Kayke, com Lucas Lima e Vecchio mais atrás. Yuri era o único volante.

Um argentino na defesa

Levir não pôde contar com o jogador que mais atuou nesta temporada pelo Santos: Lucas Veríssimo. O zagueiro estava suspenso. Por isso, o treinador mandou a campo o argentino Fabián Noguera para formar a dupla de defesa com David Braz. Para este jogo, Levir também não pôde relacionar Victor Ferraz, Zeca, Ricardo Oliveira, Luiz Felipe, Gustavo e o novo reforço Matheus Jesus.

Invencibilidade

O Santos não sabe o que é perder no Campeonato Brasileiro desde 24 de junho, quando foi derrotado pelo Sport, em casa, por 1 a 0. Desde então, o time acumula quatro vitórias (contra São Paulo, Atlético-MG, Chapecoense e Bahia) e dois empates (contra Atlético-GO e Vasco).

Tropeço

Depois de passar por um momento difícil no Brasileiro, o Bahia emendou uma sequência de duas vitórias (contra Ponte Preta e Atlético-MG) e três empates (contra Vitória, Fluminense e Avaí). Porém, essa sequência acabou neste domingo. Foi a primeira derrota fora de casa no Brasileiro desde 22 de junho, quando perdeu para o Corinthians, por 3 a 0.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 X 0 BAHIA

Data: 23 de julho de 2017, domingo
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Horário: 11h (de Brasília)
Público: 35.769
Renda: R$ 1.262.430,00
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)
Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Eduardo (BAH) e Daniel Guedes (SAN)
Gols: Bruno Henrique, aos 28 minutos e aos 45 minutos do primeiro tempo e aos 30 minutos do segundo tempo

Santos: Vanderlei; Daniel Guedes, Fabián Noguera, David Braz e Jean Mota; Yuri, Vecchio (Rafael Longuine) e Lucas Lima; Copete (Alison), Bruno Henrique e Kayke (Thiago Ribeiro). Técnico: Levir Culpi

Bahia: Jean; Eduardo (Éder), Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Renê Júnior, Juninho e Vinícius; Allione (Júnior Brumado), Zé Rafael e João Paulo (Mendoza). Técnico: Jorginho

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos