Renato cita sequência e não lamenta empate do Grêmio com São Paulo

Do UOL, em Porto Alegre

  • Daniel Vorley/AGIF

De bom tamanho. Assim Renato Gaúcho definiu o 1 a 1 do Grêmio com o São Paulo, nesta segunda-feira (24), no complemento da 16ª rodada do Brasileirão. Para o treinador, mesmo depois de sair à frente do placar no Morumbi o empate tem um lado bom. O desempenho fora de casa é um dos argumentos para minimizar a frustração posterior ao jogo apresentado.

O resultado deixa o Grêmio oito pontos atrás do Corinthians, isolado na liderança.

"Pelo jogo, o Grêmio merecia ter saído daqui com a vitória. Futebol é isso, tivemos chances e não matamos. Está de bom tamanho", disse Renato. "Um ponto, lógico que a gente jogou para ganhar, mas um ponto está de bom tamanho. Nos últimos quatro jogos o Grêmio tem três vitórias e um empate. Até para o moral da equipe foi bom. Querendo ou não, o Corinthians está oito pontos à frente. Mas vamos correr atrás", completou depois.

A escalação do Grêmio trouxe uma surpresa: Maicon titular. Sem Lucas Barrios, suspenso, Renato Portaluppi adiantou Luan e montou um 4-1-4-1 com o capitão à frente da zaga.

"O que eu pensei: tínhamos que ter a posse, com jogadores que alidade para reter a bola. O proposito era trabalhar em cima do desespero do São Paulo. Não deixar o São Paulo crescer durante a partida. E isso deu certo, valorizarmos a posse. E guardei Fernandinho e Everton para matar o jogo. Infelizmente a bola na quis entrar, até porque o goleiro dele fez uma grande partida", explicou o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos