Lucas Fernandes diz que fisgada não preocupa, mas SP fará exames

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

Cada vez mais utilizado no elenco profissional, o meia Lucas Fernandes voltou a marcar um gol depois de mais de um ano no São Paulo. O garoto de 19 anos foi o herói do empate em 1 a 1 com o Grêmio nesta segunda-feira, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O problema é que a partida no Morumbi também trouxe uma preocupação sobre o armador, que saiu de campo reclamando de fisgada na coxa esquerda.

Chamado pelo técnico Dorival Júnior no intervalo para substituir o argentino Jonatan Gómez, Lucas fazia partida discreta quando aproveitou rebote de Marcelo Grohe e chutou de esquerda para o fundo gol. O último tento da promessa havia sido na primeira rodada do Brasileirão de 2016, de falta, contra o Botafogo. No fim do jogo, o jovem conversou com o médico José Sanchez e ficou definido que exames serão realizados nesta terça-feira.

"Senti uma leve fisgada no primeiro lance, em uma dividida, mas acho que não é nada grave. Por isso consegui continuar, não tinha como ficar fora nesse momento. Amanhã [terça] vamos olhar melhor para saber o que é. O gol foi importante para mim, estava precisando. Fico feliz por ser o primeiro meu no Morumbi e ainda com casa cheia", contou o camisa 29, exaltando os mais de 51 mil presentes no Morumbi. 

Lucas Fernandes chegou ao décimo jogo na temporada, o sexto no Brasileirão e o 23º como profissional do Tricolor. Fez ainda três das quatro partidas sob o comando de Dorival, sempre entrando no segundo tempo. Para este duelo contra o Grêmio, havia uma dúvida se ele sairia como titular, mas o técnico optou por Marcinho na vaga do lesionado Wellington Nem.

Além de dois gols, Lucas Fernandes também tem duas assistências pelo time principal do Tricolor, ambas em 2016.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos