Para evitar crise, Palmeiras precisa vencer Avaí, o terror dos líderes

Danilo Lavieri e José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo

  • Thomas Santos/AGIF

    Dudu é uma das principais esperanças do torcedor alviverde neste sábado

    Dudu é uma das principais esperanças do torcedor alviverde neste sábado

O Palmeiras enfrenta neste sábado (29), às 19h, o Avaí e precisa da vitória para evitar que a crise ecoe ainda mais na Academia de Futebol após a eliminação na Copa do Brasil. O torcedor mais desatento pode achar que a missão será fácil pela situação dos catarinenses, que estão na 17ª posição, lutando contra o rebaixamento. Um olhar mais detalhado, no entanto, mostra que o rival da partida no Allianz Parque tem uma especialidade: atrapalhar os líderes.

O Avaí já jogou com cinco dos sete primeiros colocados do Brasileirão e conseguiu arrancar ponto em todos eles. A equipe empatou com o líder Corinthians, venceu o vice-líder Grêmio e ficou no 1 a 1 com o Flamengo, o 4º. O time de Florianópolis ainda venceu o Sport e o Botafogo, 6º e 7º lugares respectivamente. Ou seja, conquistou 11 dos 17 pontos que tem no Nacional contra os que estão na parte de cima da tabela.

Para dificultar ainda mais a missão, o Palmeiras tem dúvidas para escalar a sua equipe. Willian está machucado e não terá condições de jogo. Juninho deixou o treino de quinta-feira mancando e também é desfalque, assim como Zé Roberto. Outros atletas como Guerra e Felipe Melo passarão por testes no sábado para saber se terão condições de atuar. 

No extracampo, o Palmeiras ainda enfrenta mais dias de ambiente conturbado. A queda na Copa do Brasil, na quarta-feira, contra o Cruzeiro, jogou ainda mais pressão na equipe, amenizada pelo técnico Cuca na última sexta-feira. Ainda como foco na Libertadores, o time não pode ficar longe da briga por uma vaga no G-6.

"A pressão é pra todos, não só em cima de Cuca. Se pegarmos o Campeonato Brasileiro, fizemos 7 pontos nos últimos três jogos, e jogando bem. Agora a gente retorna pra jogar em casa contra o Avaí. Caso a vitória venha, é uma sequência boa no Brasileiro", discursou o comandante palmeirense.

"Tem que pensar no melhor. Se a gente consegue três vitórias, podemos acabar o turno com 35 pontos. Ano passado a gente tinha 36 pontos no final", acrescentou Cuca.

Para o lado positivo, Cuca se apega ao histórico recente no Brasileirão. Foram sete pontos conquistados nas últimas três partidas, sendo duas delas fora de casa. Na sua casa, o Palmeiras perdeu apenas um jogo nos últimos 12 meses e a torcida promete comparecer em bom número. Mais de 28 mil ingressos já foram vendidos para acompanhar o líder em presença nos estádios nesta temporada.

Do outro lado, o Avaí vem de dois empates e uma vitórias nos últimos três jogos, o que fez o técnico Claudinei de Oliveira manter a escalação titular que tem entrado em campo. A única diferença em relação à vitória para cima do Cruzeiro na última rodada será o retorno de Capa, que estava suspenso.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X AVAÍ


Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Horário: 19h (de Brasília)
Data: 29 de julho, sábado
Árbitro: Anderson Daronco - RS (FIFA)
Assistentes: Rafael da Silva Alves - RS (CBF) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior - RS (CBF)

PALMEIRAS: Jaílson; Mayke, Yerry Mina, Luan e Egídio; Bruno Henrique, Jean e Alejandro Guerra; Róger Guedes, Deyverson e Dudu.
Técnico: Cuca

AVAÍ: Douglas; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Judson, Simião, Pedro Castro e Juan; Júnior Dutra e Joel
Técnico: Claudinei Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos