Virada do São Paulo sobre o Botafogo surpreende Dorival: "Ninguém esperava"

Do UOL, em São Paulo

A virada do São Paulo em sete minutos contra o Botafogo deixou o técnico Dorival Júnior surpreso e, segundo ele mesmo, sem palavras para explicar a construção do placar. Para o treinador tricolor, ninguém esperava a vitória por 4 a 3 no Engenhão depois de o time carioca abrir 3 a 1.

"Acho que é um fato importante, a primeira vitória [fora de casa] depois de muitas partidas. Mas a maneira como foi construída ninguém esperava. Eu estava tranquilo com o que a equipe estava produzindo. Me passa que as coisas podem ser revertidas. Mesmo com o resultado adverso, eu esperava que algo de bom acontecesse. Não uma virada, mas que terminasse o jogo numa condição melhor", ressaltou o treinador são-paulino.

O comandante são-paulino ainda exaltou a postura da torcida, que compareceu em bom número no Engenhão. Na última segunda-feira, no empate por 1 a 1 com o Grêmio, o São Paulo bateu o recorde de público do Brasileirão.

"Uma torcida que leva 50 mil no Morumbi numa segunda-feira está abraçando a equipe e botando a cara. Essa demostração foi fundamental. Passou confiança aos jogadores. Espero que continue assim. Será fundamental novamente para sair dessa condição que incomoda a todos", disse Dorival, que ressaltou a importância da vitória.

"Normal que depois de uma virada como essa o time comece a acreditar um pouco mais e os jogadores passar a readquirir uma confiança maior. Em cima disso a produtividade de cada um melhore. Individualmente melhor é natural que coletivamente a equipe melhore ", frisou.

Confira mais trechos da entrevista:

SEM EXPLICAÇÃO
"Futebol não às vezes como justificar uma situação, a não ser ao final da partida. Sem palavras para poder explicar."

ATUAÇÃO DE HERNANES
"Uma chegada importante. Ele fez com que todos os jogadores crescessem também. O Hernanes fez uma partida de alto nível. Eu esperava um acréscimo, que qualificasse como aconteceu. Mas me surpreendeu a maneira como ele se comportou na primeira partida. Espero que seja apenas o início e que tenha uma sequência promissora por tudo aquilo que ele representa. E que a equipe comece a crescer em torno de um grande jogador."

MARCOS GUILHERME
"É um garoto que já olhávamos há algum tempo. Tentei levá-lo desde o primeiro ano para o Santos, mas acabou não acontecendo. Agora tendo oportunidade espero que ele cresça na carreira porque ele está buscando isso pela capacidade que possui e pelo momento que vivia até então."

RESULTADO NÃO ERA JUSTO
"A equipe jogava com tranquilidade, procurava trabalhar a bola, buscando os espaços de uma maneira correta. E o resultado não aconteceu, saímos na frente e e tomamos o gol de empate. Não tivemos nem a condição de poder de estabilizar em campo. O segundo e o terceiro gols também tiraram essa condição. É muito difícil explicar o futebol."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos