Fábio Santos explica motivo de não bater os dois pênaltis contra o Coritiba

Do UOL, em Belo Horizonte

Aos 12 minutos do primeiro tempo, contra o Coritiba, Fábio Santos bateu o primeiro pênalti da tarde, no Couto Pereira, e colocou o Atlético-MG em vantagem. Apesar de o camisa 6 do Galo bater muito bem a penalidade, na segunda cobrança, aos 25 minutos, foi Cazares quem bateu e acabou parando no goleiro Wilson.

Após a partida e o triunfo atleticano por 2 a 0, Fábio Santos explicou o motivo pelo qual não foi o responsável por cobrar as duas penalidades.

"Não bati por causa da liberdade que o Micale dá para a gente. Era eu, o Rafael Moura ou Cazares. Eles me deixaram bater o primeiro. No segundo Cazares pediu para bater", explicou Fábio Santos, que anotou o primeiro gol com a camisa atleticana.

"Fazia tempo que eu não fazia um golzinho. Ficou feliz, mas principalmente com a vitória, pois a gente estava precisando vencer, para dar confiança, já que os últimos resultados não foram bons. Então eu fico feliz pelas duas partidas, pelo gol e pela vitória do Atlético".

Fábio Santos chegou à Cidade do Galo em junho de 2016. Em pouco mais de um ano, o lateral disputou 68 partidas e neste domingo fez seu primeiro gol pelo Atlético.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos