Levir classifica empate como 'ótimo' e justifica: "pela qualificação deles"

Do UOL, em Santos (SP)

Levir Culpi saiu de campo satisfeito com o empate por 1 a 1 conquistado pelo Santos diante do Grêmio, na noite deste domingo (30), na Arena Grêmio. Para o técnico, o resultado deve ser valorizado por conta da qualidade do adversário, 'um dos melhores do Brasileiro', segundo ele.

"Eu achei que foi um ótimo resultado pela qualificação do Grêmio. Talvez um dos melhores do Campeonato Brasileiro", disse o treinador em entrevista coletiva após o jogo.

Por outro lado, Levir Culpi não escondeu que se decepcionou com o desempenho do time santista ao longo dos 90 minutos. Especialmente do setor ofensivo, que pouco criou.

"Praticamente uma inoperância ofensiva, e isso não pode acontecer. No segundo tempo, demos uma preferência pela defesa do que pelo ataque e, realmente, eu não gostei. Estou valorizando muito porque é um resultado que é difícil de conseguir aqui com o Grêmio", acrescentou.

Levir critica 10min de acréscimos, mas defende arbitragem

O técnico santista saiu de campo irritado com os dez minutos de acréscimos dados pelo juiz. Ao mesmo tempo, porém, saiu em defesa da arbitragem que, segundo ele, é muito pressionada por todos.

"Achei muito esquisito essa coisa dos acréscimos. Eu saí correndo senão ele ia dar um minuto de desconto. Não acabava nunca mais o jogo", brincou.

"Os clubes, os técnicos e os jogadores ficam tão pressionados que eles passam a pressão para cima da arbitragem. É um erro que a gente comete, mas é produzido pela nossa cultura do futebol. Tudo é para o nosso time, nada é para o adversário. Há aquela coisa de se impor jogando em casa. Há uma pressão constante em cima da arbitragem", analisou. "Ninguém gosta do árbitro. Eu não gostaria de ser árbitro. É uma pressão em cima", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos