Atlético-MG teme arbitragem pressionada após erro contra o Corinthians

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Aizar Raldes/AFP

    Anderson Daronco vai ser o juiz de Atlético-MG x Corinthians

    Anderson Daronco vai ser o juiz de Atlético-MG x Corinthians

Na rodada 17 do Campeonato Brasileiro, alguns erros de arbitragem aconteceram, mas o impedimento mal assinalado no gol marcado por Jô, do Corinthians, contra o Flamengo, foi o que ganhou maior destaque. O assistente Pablo Almeida da Costa foi afastado no dia seguinte e vai passar por um período de reciclagem. Erro que foi bastante comentado pela imprensa nos últimos dias e gerou certa preocupação na diretoria do Atlético-MG.

Nesta quarta-feira o clube mineiro recebe o Corinthians, às 21h, no Mineirão, e o superintendente de futebol do Galo, André Figueiredo, fez um pronunciamento na véspera do duelo válido pela 18ª rodada do Brasileirão.

"Nesses últimos dois dias nós ficamos um pouco preocupado com a superexposição de um erro de arbitragem contra o Corinthians. Se falou depois do jogo, até de madrugada. Se falou ontem e até a madrugada e hoje de manhã se falou de novo. Parece que a arbitragem não erra nunca. Errou contra o Corinthians e deu essa superexposição. Temos um jogo contra o Corinthians e a gente acredita na arbitragem do Campeonato Brasileiro. A gente sabe que os árbitros são isentos. Tivemos um erro idêntico no jogo contra o Coritiba e não teve essa superexposição. Então, a gente vem aqui com um pouco de preocupação, pois jogamos na quarta-feira um jogo importante e o árbitro precisa fazer uma arbitragem isente aqui. E ele precisa ter toda a tranquilidade para fazer essa arbitragem. Venho manifestar a preocupação de que durante três dias se falou de um único erro, como se tivesse acontecido apenas um jogo na rodada do Brasileiro. Tivemos nove jogos e tivemos erros em todos eles. É importante que o Daronco venha aqui e faça uma bela arbitragem. Acredito que seja o deseja do Corinthians e é o nosso desejo, que a arbitragem seja isenta e a gente possa fazer um jogo tranquilo", disse o dirigente atleticano.

Na vitória por 2 a 0 sobre o Coritiba, nesse domingo, o Atlético também foi prejudicado pela arbitragem. Aos seis minutos do primeiro tempo, quando o jogo ainda estava empatado sem gols, o volante Adilson fez 1 a 0, de cabeça, em condição legal. O assistente Rodrigo Henrique Correa assinalou impedimento e o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães invalidou o lance após conversar com os demais membros da arbitragem.

Apesar do erro no Couto Pereira, Rodrigo Henrique Correa não foi afastado, assim como aconteceu com Pablo Almeida da Costa, que errou contra o Corinthians.

"O erro contra o Corinthians foi bizarro e o erro contra o Atlético foi a mesma bizarrice. Mas não se falou do Atlético, apenas do Corinthians. Essa é a nossa preocupação, o arbitro escutar dois seguidos falando tadinho do Corinthians. A gente não quer ser tadinho, queremos que o árbitro chegue aqui e faça uma arbitragem perfeita", completou André Figueiredo.

Para o duelo desta quarta-feira, no Mineirão, o juiz vai ser o gaúcho Anderson Daronco, da Fifa, com auxílio de Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior, ambos da Federação Gaúcha de Futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos