Galo admite que números do Corinthians "assustam" e aposta em jogo estudado

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação/Atlético-MG

    Rafael Moura admitiu que números do Corinthians no Brasileirão estão assustando

    Rafael Moura admitiu que números do Corinthians no Brasileirão estão assustando

"Os números por si só nos assustam", assim Rafael Moura falou como muitos jogadores estão enxergando a campanha do Corinthians no Campeonato Brasileiro. Líder com oito pontos de vantagem sobre o segundo colocado, invicto após 17 rodadas e 83% de aproveitamento dos pontos disputados fora de casa, são alguns dos destaques da equipe paulista na competição.

É esse o adversário do Atlético-MG nesta quarta-feira, às 21h, no Mineirão. Para se tornar o primeiro time a bater o Corinthians no Brasileirão, o Galo vai precisar mostrar uma eficiência que ainda não conseguiu nas vezes em que foi mandante na competição. Para isso, a comissão técnica estudou bastante o time de Fábio Carille nos últimos dias.

"Resultado positivo sempre interessa. É melhor jogar mal e vencer do que jogar bem e perder. Vai ser um jogo estudado. Não vamos nos acovardar. Vamos proteger o que construímos, sendo eficiente. E ser eficiente é o mais importante. E tentaremos evitar que eles sejam eficientes. Competir, disputar o jogo", comentou o capitão Leonardo Silva, que vai ter missão de marcar o atacante Jô, com quem jogou junto algumas temporadas atrás, no próprio Atlético.

"Nunca é fácil marcar o Jô, pois ele briga, incomoda bastante. Já conhecemos sua característica, mas não vai facilitar nada".

Os números do Corinthians assustam ainda mais se comparados aos do Atlético. Em 17 rodadas, o Corinthians tem 12 vitórias, o dobro do que conseguiu o Atlético. Se a equipe paulista conquistou 83% dos pontos como visitante, o Galo tem ido muito mal em Belo Horizonte. São apenas duas vitórias em nove rodadas. Aproveitamento de apenas 29% dos pontos disputados. O principal fator para a diretoria deixar o Independência de lado e escolher o Mineirão como palco da partida.

Baseada nos números e também observando a maneira de cada equipe atuar, a comissão técnica atleticana já sabe como vai organizar o time. Mesmo em casa, nada de jogar em cima do rival. O Atlético vai optar por uma postura mais paciente, tentando igualar o estilo de jogo do Corinthians, que costuma jogar no erro do adversário.

"A gente tem de manter o foco, estar bem centrado e nossa torcida saber e ter o apoio que eles sempre tiveram e ter paciência. O Corinthians leva poucos gols e se tem poucas chances, eles aproveitam. Vai ser um jogo estudado, bacana. Talvez não seja um jogão, com muitos gols. Mas queremos essa vitória. A energia boa e tenho certeza de que possamos conseguir isso", disse Rafael Moura, que embora admita que Corinthians tenha números que assustem, o centroavante sabe que o Atlético pode acabar com a invencibilidade do líder do Brasileirão.

"Todo tabu foi feito para ser quebrado. Tomara que a gente esteja em dia feliz, não só nas finalizações, mas em todo o conjunto. O mais importante é conseguir a vitória, independentemente de como ela seja".

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG x CORINTHIANS

Data: 02 de agosto de 2017, quarta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (18ª rodada)
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (ambos CBF/RS)

ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Gabriel, Leonardo Silva e Fábio Santos; Rafael Carioca e Adilson; Luan, Cazares e Gustavo Blanco; Rafael Moura. Treinador: Rogério Micale

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Giovanni Augusto, Rodriguinho e Clayson; Jô. Treinador: Fábio Carille

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos