Diretor e Petros reclamam de arbitragem na derrota do SP: "Foi horrível"

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

t

O diretor de futebol do São Paulo, Vinícius Pinotti, e o volante Petros ficaram bastante irritados com a performance do árbitro Pericles Bassols na derrota do São Paulo para o Coritiba, por 2 a 1, nesta quinta-feira, no Morumbi. O dirigente e volante tricolor acreditam que a história da partida poderia ter sido diferente caso o juiz tivesse expulsado um jogador adversário e com a marcação de um pênalti, no gol de Carleto.

"A gente sai indignado com a arbitragem e vamos dar uma pensada no que vamos fazer. Não foi pênalti, ele se projeta, não há contato. O juiz começou o jogo, encostou estava dando, segurou o jogo para caramba. Falta muita qualidade na arbitragem no Brasil e nesse jogo foi horrível. Vou conversar com o presidente amanhã (sexta-feira) com a cabeça mais fria e vamos ver o que a gente faz", disse Pinotti.

O volante também questionou o desempenho do juiz e creditou parte do  resultado negativo em casa pelos erros do árbitro. Na próxima partida o São Paulo enfrenta o Bahia, neste domingo, fora de casa.

"Foi determinante [a arbitragem] porque não expulsou o Jonas no primeiro tempo, mais ou menos aos 28 minutos. Com um jogador a menos, um volume de jogo e as oportunidades criadas, dificilmente o Coritiba aguentaria e em um pênalti que acabo de ver a imagem em um lance muito simples. Era uma jogada que tem 50 iguais no jogo e os árbitros não apitam. A gente precisa ter um parâmetros de quando é pênalti e quando não é", disse Petros.

Na próxima partida o São Paulo enfrenta o Bahia, neste domingo, fora de casa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos