Livre de lesões, meia engata sequência como titular do Cruzeiro

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press

    Élber, atacante do Cruzeiro

    Élber, atacante do Cruzeiro

Élber tem encontrado cada vez mais espaço no Cruzeiro. O meia-atacante participou dos últimos oito jogos do time, sendo titular em seis deles. Nesta quinta-feira (3), diante do Vasco, a tendência é que seja mantido entre os prediletos do treinador.

A sequência é a maior do jogador na temporada. Antes disso, o recorde foi disputar quatro jogos seguidos em fevereiro. Em entrevista exclusiva ao UOL Esporte, o atleta de 25 anos demonstra felicidade com as chances concedidas por Mano Menezes.

"É muito importante para qualquer jogador ter uma sequência. Fico feliz de poder receber as oportunidades e tenho dado o máximo para ajudar a equipe. Estamos na semifinal da Copa do Brasil e, no Brasileiro, sabemos que temos condições de evoluir para brigar pelas primeiras colocações. O principal é pensar como equipe pois, quando os resultados aparecem, todos acabam se destacando", disse.

Responsável por uma assistência e um gol na temporada, Élber esteve em 24 compromissos do Cruzeiro. O elevado número de jogos é a maior meta do meia-atacante neste ano.

"Meu objetivo pessoal é poder jogar, como venho fazendo, para ajudar a equipe ser campeã. É ruim fazer projeções deste tipo e a equipe não conseguir alcançar os objetivos, que são os títulos. Se eu puder ajudar a fazer o Cruzeiro ser campeão, para mim já será uma satisfação pessoal. Nós temos um grupo de muita qualidade e que merece uma grande conquista. E estamos fazendo de tudo para isso. Com gols e assistências, será melhor ainda, mas o importante é contribuir na parte tática e a equipe estar cada vez mais forte", afirmou.

O curioso é que, nesta temporada, o jogador reduziu o número de contusões. Questionado se há algum cuidado dentro de campo, ele garante que não:

"Nenhum jogador pode entrar em campo com o pensamento que não vai se machucar. As lesões acontecem, é inevitável para o atleta de alto nível. No jogo passado, foi um choque forte, infelizmente acabei saindo no primeiro tempo por conta disso. Mas o jogador precisa entrar com vontade e dar o máximo enquanto estiver em campo, sem pensar que pode acontecer algo ruim. Eu vou entrar em campo com toda a disposição, correndo e brigando por cada bola, pois temos um elenco muito qualificado que pode se sobressair", concluiu.

VASCO x CRUZEIRO

Motivo: 18ª rodada, Brasileirão 2017
Data/Hora: 03/08/2017, às 21h
Local: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo - SP (CBF)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo - SP (CBF) e Herman Brumel Vani - SP (CBF)

VASCO: Técnico: Martín Silva; Gilberto, Jomar, Rafael Marques e Ramon (Henrique); Wellington e Jean; Wagner, Escudero e Mateus Vital (Paulinho); Paulo Vitor (Thalles). Técnico: Milton Mendes.

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Léo, Murilo e Bryan; Henrique e Lucas Silva; Thiago Neves, Elber, Rafinha; Sassá. Técnico: Mano Menezes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos