Grêmio prepara estreia de mais um jovem. Bola da vez é atacante

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Rodrigo Fatturi/Grêmio

    Dionathã deve fazer estreia diante do Atlético-MG, neste domingo, na Arena

    Dionathã deve fazer estreia diante do Atlético-MG, neste domingo, na Arena

Dionathã, 19 anos, é o próximo da fila a ser lançado pelo Grêmio. Destaque no time sub-20, o atacante deverá atuar contra o Atlético-MG, em Porto Alegre. A estreia é reflexo da falta de opções ofensivas no elenco, por conta de desgaste, e pelo fim de uma tentativa de acordo extrajudicial com o Avaí.

O time catarinense entrou com ação contra o Grêmio cobrando R$ 23 milhões. Os dois clubes tentaram acerto fora dos tribunais, mas não houve avanço.

Sem acordo, o Grêmio vai usar Dionathã e seguir debatendo a ação na Justiça. Renato Gaúcho agradece. O treinador já havia relacionado o atacante para três partidas do Brasileirão: Palmeiras, Flamengo e Atlético-GO. Em Goiânia a estreia quase aconteceu.

Dono de um bom chute de média e longa distância e velocidade, Dionathã ganhou pontos desde janeiro por fazer muitos gols e atuar em quase todas as funções do ataque. Como referência, mas também pelos lados do campo.

Dionathã trocou o Avaí pelo Grêmio em 2013. À época o contrato era de empréstimo, ainda em reflexo da volta do meia Marquinhos ao estádio da Ressacada. Depois do período inicial, o próprio jogador comunicou ao clube catarinense que queria seguir em Porto Alegre. Ele seguiu, mas não houve acordo para compra de percentual.

O Avaí reclama que, além de não ter sido ressarcido, teve o contrato inicial descumprido quando Dionathã assinou o primeiro contrato profissional com o Grêmio. Os dois clubes se reuniram recentemente para tentar acordo, mas não houve avanço.

A chance para Dionathã confirma uma mudança na linha de trabalho de Renato Gaúcho. Desde janeiro, o treinador tem dado espaço para jovens das categorias de base. Foi assim com Arthur, que se tornou titular do meio-campo. Portaluppi também tem mantido diálogo constante com os profissionais dos times inferiores atrás de conceitos sobre os atletas.

O ataque do Grêmio vem padecendo de alternativas nas últimas semanas. Com Lucas Barrios preservado por conta de desconforto muscular, o setor ficou carente. Miller Bolaños foi liberado para tratar de assuntos particulares no Equador e reduziu as opções. Que já eram diminutas por conta dos problemas físicos de Beto da Silva e lesão no joelho de Jael.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos