Lateral Fabrício tenta novo reinício, agora com a camisa do Atlético-PR

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Mauricio Mano/Site Oficial

    Fabrício ganhou nova oportunidade de retomar boa fase no Atlético

    Fabrício ganhou nova oportunidade de retomar boa fase no Atlético

O reencontro com o Palmeiras terá um sabor especial para o lateral-esquerdo Fabrício. Aos 30 anos, o jogador estreou pelo Atlético Paranaense no susto contra o Avaí, após o titular Sidcley se machucar. E tem tudo para ser titular contra um dos seus ex-clubes, procurando se firmar desde os episódios de confusão com a torcida do Internacional, em 2015.

O lateral-esquerdo estava no elenco do time campeão brasileiro pelo Palmeiras no ano passado, emprestado pelo Cruzeiro em troca que ainda envolveu a chegada de Fabiano no clube alviverde e a ida do também lateral Lucas e do meia Robinho para o clube mineiro. Fabrício trabalhou com Cuca e com boa parte do elenco atual. "Eu estava lá ano passado, sei como é o calor lá. Eles vêm a mil", analisou, sobre a partida no Allianz Parque.

A passagem pelo Palmeiras teve apenas seis jogos. No começo deste ano, Mano Menezes o pediu de volta no Cruzeiro, mas ele teve poucas oportunidades. Fez apenas 10 jogos, o último deles contra o Nacional paraguaio na eliminação na Copa Sul-Americana. Desde que teve o rompante de fúria com a torcida do Internacional, não se firmou. No Colorado, viveu seus melhores dias: tetracampeão Gaúcho e campeão da Recopa Sul-Americana. Agora, tenta decolar no Furacão – e deve ser titular contra um dos seus ex-clubes.

"A gente não sabia nem o time que ia jogar ontem (contra o Avaí), faltando 5 minutos", falou, em tom de brincadeira. Ele esteve na entrevista coletiva, o que é um indício de que deva jogar. E está confiante em ser mais um a confirmar a popular "Lei do Ex". "Estou contando os dias para acontecer isso aí. Acontece com todos, quem sabe comigo também. Esses dias jogaram Cruzeiro e Palmeiras, Robinho fez gol, William Bigode também... quem sabe sobre uma bolinha para mim", brincou, mostrando estar em casa no Atlético.

Se o Palmeiras vai poupar jogadores, pensando na Libertadores, o Atlético não o fará, mesmo tendo um jogo decisivo contra o Santos na próxima quinta-feira. O discurso de momento é seguir na reação no Brasileirão: "Você pontuando fora de casa, você pode buscar o G6. Vamos pensar no Palmeiras primeiro, para depois pensar no Santos", disse o lateral.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X ATLÉTICO-PR

Local:
 Allianz Parque, em São Paulo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo - DF (CBF)
Assistentes: Jose Reinaldo Nascimento Junior - DF (CBF) e Daniel Henrique da Silva Andrade - DF (CBF)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Fabiano, Dracena, Juninho e Michel Bastos; Gabriel Furtado, Tchê Tchê e Veiga; Keno, Erik e Borja
Técnico: Cuca

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Paulo André (Thiago Heleno) e Fabrício; Esteban Pavez, Lucho González e Guilherme; Douglas Coutinho (Pablo), Lucas Fernandes e Ribamar.
Técnico: Fabiano Soares

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos