Projeção, polêmicas e provocações: Sassá reencontra Botafogo

Bernardo Gentile e Thiago Fernandes

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Mauricio Farias/Light Press/Cruzeiro

    No Cruzeiro, Sassá provocou o Botafogo em pelo menos três oportunidades

    No Cruzeiro, Sassá provocou o Botafogo em pelo menos três oportunidades

Desde que chegou aos profissionais, Sassá passou a ocupar os noticiários. Comparado a Balotelli pela semelhança física, o jovem atacante disse se inspirar no italiano fora de campo. Sendo assim, não poderia ser diferente o fato de já acumular inúmeras polêmicas na breve carreira. A maioria delas no Botafogo ou envolvendo o clube de General Severiano, onde foi revelado. Hoje no Cruzeiro, o camisa 99 reencontra o Alvinegro neste domingo, 16h, no Mineirão.

Após ganhar notoriedade nacional no Botafogo em 2016, sendo o artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro, Sassá não soube lidar com o protagonismo. Fotos com chumaços de dinheiro e postura que não agradou nem um pouco comissão técnica e diretoria. O jogador acabou afastado e fora dos primeiros jogos da temporada, incluindo a Libertadores.

O contrato próximo do fim contribuiu para o afastamento, mas a falta de atacante fez o Botafogo promover o retorno de Sassá. Mas não durou muito tempo. Sem chegar a uma renovação, o atacante foi envolvido em uma troca com o Cruzeiro, que resultou na chegada de Marcos Vinicius ao Alvinegro.

E as polêmicas não cessaram. Na coletiva de apresentação, Sassá provocou o Botafogo. Ao explicar o melhor momento da carreira, na temporada passada, o atacante comentou que tinha objetivos maiores no Cruzeiro. E espetou o ex-clube.

"Queria vir para um lugar mais tranquilo e onde eu poderia ter mais repercussão. Cruzeiro é time grande, onde posso me projetar ainda mais. E aqui é mais tranquilo de viver", disse na oportunidade.

As polêmicas não se resumiram ao clube. Sassá disparou a metralhadora também para o técnico Jair Ventura e até mesmo para os ex-companheiros de Botafogo.

"Não vou falar o que quero [sobre Jair]. Do contrário, vai dar trabalho. Está doido. Com o Jair, no Botafogo, eu comecei desde a base, aqui no Cruzeiro é outra história, o Mano tem muito mais bagagem, vou aprender bastante, espero crescer bastante. Mas não é isso que quero falar não", provocou o ex-treinador.

"Estou me ambientado ao Cruzeiro e estou feliz por jogar em um grande time com jogadores de verdade como Thiago Neves e [Rafael] Sóbis. Eu fico brincando com o Neves que ele é de verdade, não engana", espetando, agora, os ex-companheiros de Botafogo.

Após tanto falatório, o reencontro de Sassá com o Botafogo promete. Mesmo com o Alvinegro mandando o time reserva para poupar os titulares para o jogo contra o Nacional-URU, pelas oitavas da Libertadores, na quinta, a expectativa é de um embate quente.

CRUZEIRO X BOTAFOGO

Data e hora: 06/08/2017, neste domingo, às 16h (horário de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Claudio Francisco Lima E Silva (SE)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fabio Pereira (TO)

Cruzeiro
Fabio; Lucas Romero, Leo, Murilo e Diogo Barbosa; Lucas Silva, Henrique e Robinho; Thiago Neves, Sóbis (Alisson) e Sassá.
Técnico: Mano Menezes

Botafogo
Gatito, Luis Ricardo, Marcelo, Emerson Silva, Gilson; Dudu Cearense, Bruno Silva (Fernandes), Valencia, Marcos Vinícius; Guilherme e Brenner.
Técnico: Jair Ventura

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos