Vasco deu só 2 chutes a gol nos últimos 180 minutos; Mendes vê time coeso

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes/Divulgação

    Jogo contra o Cruzeiro foi um dos que o Vasco só deu um chute ao gol

    Jogo contra o Cruzeiro foi um dos que o Vasco só deu um chute ao gol

Além dos problemas internos com o elenco, o técnico Milton Mendes precisará se debruçar nos treinamentos para melhorar o poderio ofensivo de sua equipe. Nas duas últimas partidas do Vasco no Campeonato Brasileiro - empate em 0 a 0 com a Ponte Preta e derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro - o time teve apenas duas finalizações certas a gol. Uma em cada jogo.

Entre as finalizações para fora do Cruzmaltino, foram seis diante dos paulistas e nove contra os mineiros.

Apesar dos números ofensivos tímidos nos últimos jogos, Milton Mendes enxergou evolução na equipe no empate com a Ponte no último domingo.

"Mostramos que a equipe está coesa, determinada, depois de dois desaires (derrotas para Atlético-PR e Cruzeiro). O time reagiu bem. Entramos numa postura mais de contenção, com três volantes. Ganhamos o meio-campo, conseguimos fazer algumas transições, mas precisávamos ser mais agudos. Conseguimos um ponto, é bom para nós, lutando pelo nosso objetivo, que é buscar lugar na Libertadores", avaliou o técnico após a partida.

Com o afastamento de Nenê e a lesão de Luís Fabiano, o treinador tem feito experimentos no meio de campo e no ataque. Milton tem utilizado os garotos Paulinho, Paulo Vitor e Mateus Vital e tem feito variações com os experientes Wagner e Escudero, além de pinçar o atacante Thalles no decorrer de alguns jogos.

Neste domingo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), o Vasco enfrenta o Palmeiras e o treinador ainda não definiu a escalação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos