Dupla de argentinos entra em ação para ambientar mais um gringo no Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Ao lado de Romero, Ariel Cabral está ajudando Messidoro a se adaptar no novo clube

    Ao lado de Romero, Ariel Cabral está ajudando Messidoro a se adaptar no novo clube

Na apresentação de Alexis Messidoro, o vice-presidente de futebol, Bruno Vicintin, comentou sobre a tradição do Cruzeiro em projetar grandes jogadores argentinos em seu elenco, como Roberto Perfumo, Juan Pablo Sorín, Walter Montillo e Ramón Ábila, que até pouco tempo ainda estava na equipe. Agora, o jovem de 20 anos chega do Boca Juniors para se juntar à "La Banda" dos gringos celestes. Em Belo Horizonte há pouco mais de duas semanas, o meia já sente as primeiras dificuldades com o idioma e com adaptação à nova cidade, comum para um recém-chegado, mas conta com a ajuda de dois compatriotas para se ambientar o mais rápido possível.

Apesar de não ser o estrangeiro há mais tempo no Cruzeiro, já que Arrascaeta está no clube há mais de dois anos, o argentino Ariel Cabral é um dos principais anfitriões do elenco. Nas passagens pela Toca da Raposa, jogadores como Sánchez Miño, Matías Pisano e Ábila conheceram a hospitalidade do volante. Quando a diretoria se movimentou para trazer Lucas Romero, em fevereiro do ano passado, Cabral também foi consultado e deu o suporte para o companheiro e amigo dos tempos de Vélez se ambientar.

"Eu falo com todo mundo, acho que os companheiros também são boas pessoas. Isso facilita, é um grupo bom. Quando cheguei aqui, me ajudaram muito. Quero fazer o mesmo com quem chegar", comentou Cabral, no dia seguinte ao desembarque de Messidoro em Belo Horizonte.

Agora, a dupla Cabral/Romero reedita a parceria para ajudar o novo companheiro. As primeiras consultorias já estão sendo feitas, como a ajuda com a língua estrangeira, o clube e aclimatação à nova cidade.

"Agradeço muito ao Lucas (Romero) e ao Cabral, que têm me ajudado muito neste momento. Espero formar um bom grupo e seguir com boas energias", disse Messidoro, que também pretende trazer a família para Belo Horizonte:

"A ideia é estar com minha família, que é a base de tudo. Se estamos próximos dos familiares, podemos fazer as coisas melhor".

Messidoro assinou um contrato de empréstimo com o Cruzeiro até dezembro de 2018. Vestindo a camisa de número de 18, o meia já está regularizado no BID e pode virar uma opção para o compromisso diante do Sport, dia 20, no Mineirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos