Copete quer fazer gol no Corinthians para consolidar fama de pé quente

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Thomás Santos/AGIF

    Copete se destaca em clássico. No último, contra o São Paulo, marcou 3 gols

    Copete se destaca em clássico. No último, contra o São Paulo, marcou 3 gols

O atacante Jonathan Copete ganhou fama de pé quente em clássicos disputados pelo Santos. No último encontro do colombiano com rivais, por exemplo, ele marcou os três gols da vitória santista contra o São Paulo por 3 a 2, no dia 9 de julho. No entanto, o Corinthians, adversário deste domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, é o único rival que não sofreu gols do atacante.

Por conta disso, Copete pretende balançar as redes contra o Corinthians para diminuir a distância entre os rivais na tabela. O Santos é o terceiro colocado, com 38 pontos ganhos, 12 a menos que o arquirrival, que lidera a competição com 50.

"Seria importante marcar contra o Corinthians, seria uma marca importante para mim e para o time. O mais importante serão os três pontos para podermos nos abraçar ao fim do jogo e andar com a cabeça erguida para o restante do campeonato", afirmou Copete.

O colombiano também revelou que os atacantes do Santos treinaram bastante a pontaria em atividades nos últimos dias. Isso porque a equipe santista tem um dos piores ataques do Campeonato Brasileiro.

A equipe santista marcou apenas 23 gols e, ao lado de Vitória e Vasco, possui o quarto pior ataque da competição. Hoje, o setor ofensivo da Vila Belmiro supera somente três times que lutam contra o rebaixamento: Coritiba, Atlético-GO e Avaí.

"Estamos trabalhando. Temos uma semana importante para se recuperar. Estamos nos preparando para aproveitar quando estivermos na frente do gol. É importante também não sofrer gols", disse.

Apesar da crise de gols, Copete tem vaga garantida no ataque santista ao lado de Bruno Henrique. O colombiano é atacante que mais ajuda o sistema defensivo na marcação.

"Temos uma responsabilidade grande de não sofrer e de marcar gols. Esperamos fazer os gols que estamos acostumados porque estamos fechando muito bem nossa defesa. As vezes acontece, às vezes não. Estamos fazendo um bom trabalho e conseguir nosso objetivo que é nos classificar", comentou.

Ricardo Oliveira é o atacante que corre mais riscos de perder a titularidade. Nilmar tem se destacado nos treinamentos e pressiona o veterano por uma vaga no time.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos