"O Grêmio nunca deixou de lado o Brasileiro", afirma Renato Gaúcho

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Uebel/Divulgação

    Renato Gaúcho orienta o Grêmio contra o Cruzeiro pela Copa do Brasl

    Renato Gaúcho orienta o Grêmio contra o Cruzeiro pela Copa do Brasl

Segundo colocado, o Grêmio tem sete pontos de desvantagem para o Corinthians, líder do Campeonato Brasileiro. Mas poderia estar ainda mais perto se o técnico Renato Gaúcho não tivesse poupado titulares em jogos que coincidiram com semanas decisivas de outras competições, como Copa do Brasil e Copa Libertadores. A despeito do reflexo direto dessa decisão, o comandante tricolor afirmou nesta sexta-feira (08) que jamais abdicou da chance de vencer o certame nacional disputado por pontos corridos.

"O Grêmio nunca deixou de lado o Brasileiro. O caminho mais fácil para ser campeão era a Copa do Brasil. Agora estamos mais próximos da Libertadores, mas temos o Brasileiro para disputar. Faltam muitas rodadas e tudo pode acontecer. Estamos ligadíssimos no Brasileiro e na Libertadores", disse o treinador em entrevista à "ESPN".

O Grêmio preteriu titulares e perdeu pontos no Brasileirão em jogos contra Sport (derrota por 4 a 3), Palmeiras (derrota por 1 a 0), Botafogo (derrota por 1 a 0) e Atlético-PR (empate por 0 a 0). Em semanas de preparações concomitantes, priorizou os trabalhos voltados aos torneios de mata-mata (Copa do Brasil e Copa Libertadores).

"Sabemos que a diferença para o Corinthians é de sete pontos e não temos de ficar preocupados. Temos de fazer nossa parte, rodada a rodada, e aí vamos vendo", completou Renato Gaúcho.

O planejamento do treinador foi especialmente questionado porque o Grêmio caiu nas semifinais da Copa do Brasil – foi eliminado pelo Cruzeiro. Na Libertadores, os gaúchos estão nas quartas de final – enfrentarão o Botafogo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos