Cuca se incomoda com pergunta sobre o Atlético-MG e nega procura

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte (MG)

O técnico Cuca deixou a Arena Independência incomodado. Não pelo empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, com dois jogadores a menos, mas por uma pergunta que o relacionou a um futuro no clube mineiro. Questionado sobre a procura atleticana para assumir o cargo de treinador no ano que vem, o comandante palmeirense fechou a expressão e negou qualquer conversa.

"Como é que pode? Essa é uma pergunta que nem deveria ser feita. Como pode um treinador dar a vida ser xingado e perguntado se vieram me procurar. Logico que não, se viesse nem atenderia", declarou Cuca, em entrevista coletiva no Independência.

"Tenho contrato até 2018 com o Palmeiras. Sei que pessoas que são má informadas que dizem que assinei contrato com Atlético-MG, ninguém me procurou. Atlético tem pessoas éticas", elogiou o treinador.

A pergunta ganhou força depois da recepção encontrada pelo treinador na tarde deste sábado. Cuca foi cumprimentado por funcionários, jogadores e torcedores do clube mineiro – o público localizado mais próximo ao banco de reservas gritou o nome do técnico.

Para afastar de vez a imagem do Atlético-MG, Cuca, mesmo agradecido com a homenagem, tratou de elogiar Rogério Micale, atual treinador atleticano e criticado pelo público neste sábado.

"É fantástico ser homenageado. Fica o trabalho que ficamos no Atlético-MG, uma remontagem quase que total. Foi muito importante para a minha carreira, e é um lugar que guardo com carinho. O Atlético-MG está muito bem servido com o Micale, o nosso campeão olímpico", declarou.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos