Para acabar com jejum de gols, Fred tem pela frente uma das maiores vítimas

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Atlético-MG

    Seis jogos sem marcar. Fred vive seu maior jejum desde que chegou ao Atlético-MG

    Seis jogos sem marcar. Fred vive seu maior jejum desde que chegou ao Atlético-MG

Fred terminou o Campeonato Brasileiro de 2014 como o artilheiro, com 18 gols marcados. No ano em que atingiu a marca de cem gols na história da competição, o centroavante tinha o Palmeiras como sua maior vítima em jogos pelo Brasileirão. Oito gols marcados diante do clube paulista. Mas desde aquela edição que Fred não faz gols no Palmeiras. Jejum apenas em jogos do Brasileiro, já que pela Copa do Brasil de 2015 o atacante fez gols na equipe alviverde.

O Palmeiras não é mais a maior vítima de Fred no Brasileirão, mas está entre os quatro clubes que mais sofrem gols do goleador. Neste sábado, às 16h, o atacante vai ter a chance de acabar com o jejum diante do clube paulista. Mais do que isso. Fred também pode colocar fim à maior seca de gols com a camisa do Atlético-MG.

Sem balançar as redes desde o dia 16 de julho, no triunfo por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, o centroavante já soma seis partidas sem gols. É fato que uma lesão na panturrilha direita, que afastou o jogador de muitas partidas e o deixou sem condições ideais para o jogo com o Jorge Wilstermann, pela Libertadores, foi determinante para esse jejum de gols.

"A gente que está no futebol já passou por vários momentos. Nada melhor que um grande jogo como este. A oportunidade é dentro de campo. As coisas mudam muito rápido. Já tive várias mudanças neste ano, mas tudo bem tranquilo, sabendo que tem de trabalhar bem para colocar a bola para dentro. Ansiedade não existe, mas a determinação está no meu dia a dia. Daqui a pouco as coisas engrenam. Vou dar a vida para ajudar a equipe a conquistar os três pontos", comentou Fred, que está confiante na retomada dos gols e na reação do Atlético no Brasileirão.

"Não é só no momento de dificuldade, mas também nos momentos bons eu baixo a minha bola. Futebol sempre está em cima, em baixo. A única lição que tenho é que fiquei lesionado, voltei machucado na Libertadores, fiquei um tempo fora de novo. Foi o meu segundo jogo consecutivo. Tenho de pegar meu ritmo. Nada melhor que estar dentro da arena. Daqui a pouco a bola bate na minha canela e entra, faço três e começam a cantar o meu nome, falar que sou o melhor do Brasil. Não me engano. O futebol é assim. Estou afirmando, com toda a convicção que tenho, que as coisas vão melhorar".

Com oito gols sofridos de Fred, o Palmeiras divide com o Botafogo a segunda colocação dos clubes que mais levaram gols do atacante. Cruzeiro e Flamengo são as maiores vítimas do artilheiro, que anotou nove tentos em cada um.

Em 2012, gols valeram título e afundaram o Palmeiras

Photocamera
Fred marcou aos 43 minutos do segundo tempo, contra o Palmeiras, e deu o título do Brasileiro ao Fluminense

Entre todos os confrontos com o Palmeiras, certamente o mais especial para Fred aconteceu em novembro de 2012, pela 35ª rodada do Brasileirão. O atacante marcou duas vezes e o Fluminense bateu o time alviverde por 3 a 2, em Presidente Prudente. Com o resultado, o clube carioca conquistou o título nacional, superando o Atlético, que foi o vice-campeão.

Fred fez dois gols no triunfo que valeu o título. Euforia pelo lado tricolor e desespero pelo lado palmeirense. A derrota para o Fluminense deixou o Palmeiras sete pontos atrás do primeiro time fora da zona do rebaixamento, restando três rodadas para o término da competição. Queda confirmada no jogo seguinte, no empate em 1 a 1, em Volta Redonda.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X PALMEIRAS

Data: 9 de setembro de 2017, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Motivo: 23ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Maurício Coelho Silva Penna (RS)

ATLÉTICO-MG: Victor, Alex Silva, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias, Luan, Cazares e Valdívia; Fred.
Técnico: Rogério Micale.

PALMEIRAS: Fernando Prass, Mayke, Luan, Edu Dracena e Egídio; Jean, Tchê Tchê e Moisés; Alejandro Guerra, Deyverson e Willian.
Técnico: Cuca.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos