Santos x Corinthians ganha peso extra e pode interferir em disputa por taça

Dassler Marques e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo e em Santos

  • Daniel Augusto Jr - Agência Corinthians

    Jô encara Lucas Veríssimo, considerado na Vila o melhor defensor do Santos

    Jô encara Lucas Veríssimo, considerado na Vila o melhor defensor do Santos

Entre os clássicos paulistas, Santos x Corinthians é historicamente o duelo do ódio que vai, mas não volta. Santistas veem corintianos como os maiores rivais, mas corintianos veem santistas atrás de palmeirenses e são-paulinos nesse quesito. Essa lógica, entretanto, não deverá ir a campo neste domingo, na Vila Belmiro.

Para o Santos, apesar da proximidade da decisão pela Copa Libertadores no meio de semana, a expectativa seguirá lá em cima. Afinal, só uma vitória contra o líder irá manter vivas as chances de almejar o título. Para o Corinthians, a ansiedade é bastante proporcional.

Em seu primeiro momento de oscilação no Campeonato Brasileiro, o time de Fábio Carille fez três partidas recentes ruins e deixou duas delas derrotado. Com uma formação novamente ideal em função do retorno de quase todos os titulares, exceto Guilherme Arana, o treinador do Corinthians sabe que um grande resultado na Vila recolocaria o trem corintiano nos trilhos.

Entre o líder Corinthians e o terceiro colocado Santos, o Grêmio certamente terá olhares atentos ao que ocorre na Baixada Santista, em clássico que pode impactar diretamente a disputa pelo título.

Santos terá novidades no clássico. Mas sem Nilmar

O técnico Levir Culpi faz mistério em relação à escalação do Santos, mas os torcedores vivem a expectativa de ver Vecchio novamente em campo. O argentino, que virou uma espécie de xodó da torcida, está recuperado de uma grave lesão muscular na coxa direita, sofrida há mais de um mês, e realiza treinos com bola desde a semana passada. Encostado por 11 meses no clube após problemas com Dorival Júnior, ele se destacou atuando na função de volante. Caso seja escalado, o time ficará mais ofensivo, pois Alison perderá a posição de titular.

A outra novidade poderia ser Nilmar, que vem treinando bem, fez até gol de bicicleta e ameaça a posição de Ricardo Oliveira. O atacante, no entanto, foi diagnosticado com conjuntivite e virou um desfalque de último momento para o Santos. Outra novidade santista será o zagueiro Gustavo Henrique. Ele venceu a concorrência de Luiz Felipe e Fábin Noguera e ficou com a vaga de David Braz, que cumpre suspensão automática e não joga o clássico.

Bruno Henrique quer manter artilharia e jogar para Tite ver

Thomás Santos/AGIF

O atacante Bruno Henrique vem sem firmando como o melhor jogador do Santos neste ano. Autor de sete gols nos últimos oito jogos da equipe santista, o jogador deslanchou na artilharia do time na temporada, com 15 gols, e alimenta o sonho estar na próxima Copa do Mundo.

Bruno Henrique ficou mais empolgado após ouvir as declarações de Tite ao seu respeito. O ex-treinador corintiano já avisou que o camisa 27 do Santos está sendo monitorado e pode ser convocado.

"Como eu sempre falei, fico muito feliz por ser monitorado. Meu maior foco está no Santos. Se eu fui lembrado pelo Tite e estou no radar, é porque fiz por merecer desde quando cheguei. Vou continuar fazendo meu trabalho, esquecer porque às vezes atrapalha pensar demais nas coisas. Meu foco está aqui, a ajudar a conquistar muitas coisas no ano de 2017", disse ele.

Apesar dos 15 gols na temporada, Bruno Henrique ainda não balançou as redes em clássicos pelo Santos. "É sempre bom marcar. Sendo clássico, Libertadores, Paulista... é sempre bom. Ainda não marquei em clássico, mas o mais importante é sair com a vitória, independentemente de quem fizer o gol. Na semana decisiva, é procurar desempenhar o melhor dentro de campo e quando aparecer a oportunidade, estar apto para fazer o gol", disse. 

Corinthians tem razões para ficar otimista

Diferentemente de outro período recente em que ficou duas semanas sem jogar, Fábio Carille preferiu marcar jogos-treinos para manter seus atletas em ritmo de competição. As partidas contra o Atibaia e contra o próprio Corinthians Sub-20 foram aspectos importantes dentro de um cronograma que visava o Santos e tinha prioridade clara.

Na cabeça do treinador, as duas semanas desde a derrota para o Atlético-GO permitem a colocação de uma equipe fortalecida pela presença da dupla de zaga titular, pelos retornos de Jô e Romero e uma sequência de treinamentos para Jadson e Rodriguinho. A queda de produção dos dois meias nas últimas partidas tem chamado a atenção.

Ao longo da semana, também se criou expectativa pelo retorno de Guilherme Arana, recuperado de uma lesão muscular na coxa direita. Entretanto, o lateral sentiu dores na quinta-feira e será preservado, o que abre espaço para uma novidade. Marciel, sem nenhum minuto em campo no Brasileirão, foi a solução encontrada por Carille para tentar dar maior segurança no setor - Moisés, nos últimos jogos, não foi bem.  

Embora o aproveitamento médio do Corinthians completo seja semelhante ao alcançado na média de todo o Brasileirão, na casa de 75% dos pontos, o treinador acredita que ter os melhores jogadores em campo nesse momento é fundamental para resgatar a confiança e a melhor forma técnica. Substitutos recentemente acionados, como Moisés e Kazim, não renderam nada bem.

O homem dos clássicos fez dois gols no Santos

Rivaldo Gomes/Folhapress

Dos 19 gols anotados neste ano pelo Corinthians, o centroavante Jô fez sete deles contra os três rivais corintianos, sendo dois diante do Santos. Os dois encontros entre os clubes foram disputados em Itaquera nesta temporada, e ele deixou a marca em ambos. Hora, agora, de tentar repetir a dose na Vila Belmiro. 

Ausente do último jogo do Corinthians, no dia 26 de agosto, Jô volta para a torcida recuperar a fé em seu camisa 9. Sem ele, que estava suspenso, o gringo Kazim teve atuação para ser esquecida contra o Atlético-GO e acabou sob vaias das arquibancadas. 

O período de duas semanas e meia sem jogar, para Jô, deve ser essencial. O centroavante estava entre os jogadores mais desgastados do elenco por questões físicas e agora tem fôlego novo para a maratona das próximas semanas. 

FICHA TÉCNICA

Santos x Corinthians

Data e horário: 10/09/2017, às 16h (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (ambos SP)

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Alison (Vecchio), Renato e Lucas Lima; Copete, Ricardo Oliveira e Bruno Henrique. Treinador: Levir Culpi.

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Marciel; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô. Treinador: Fábio Carille

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos