Melhor momento no ano não ilude e Cruzeiro se arma para evitar oba-oba

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Cruzeiro

    Fase é ótima, mas Mano prega tranquilidade para evitar salto alto nas próximas semanas

    Fase é ótima, mas Mano prega tranquilidade para evitar salto alto nas próximas semanas

Depois de um primeiro semestre conturbado por eliminações e um futebol irregular, o Cruzeiro vive seu melhor momento no ano. Cada vez mais forte na briga por uma vaga no G-6 do Brasileirão, a equipe de Mano Menezes ainda divide suas atenções com a Copa do Brasil, torneio em que pode sagrar-se campeão pela quinta vez no próximo dia 27, se conseguir superar o Flamengo no Mineirão. Com o time unido e cada vez mais regular, o torcedor alimenta as esperanças de terminar a temporada da melhor maneira possível. Dentro da Toca da Raposa, no entanto, a boa fase é também um alerta de concentração. Manter o foco nas vitórias e não relaxar será a principal tarefa da equipe pelo menos até o fim do mês.

Após a vitória por 2 a 1 diante da Chapecoense, o técnico Mano parabenizou seus comandados e comemorou a boa fase da equipe, mas não deixou de alertar para as armadilhas que o momento pode acarretar, como um possível relaxamento até o jogo de volta da Copa do Brasil.

"O entendimento do momento da competição é de que ela está boa para a gente. Estamos no G-6, mas é uma hora de não relaxar. Porque o fato da gente estar na final da Copa do Brasil pode fazer com que as coisas do Campeonato Brasileiro fiquem em segundo plano, mas não podemos deixar campeonato tão difícil em segundo plano. Os pontos e vitórias são extremamente importantes. Mostra que o grupo tem noção clara da importância desse momento na temporada", comentou o treinador.

Com objetivo claro de voltar a disputar uma Copa Libertadores, algo que não acontece desde 2015, a diretoria sempre frisou a necessidade de figurar na prateleira de cima da tabela. No momento, a atual sexta colocação é sua melhor posição no Brasileiro. No mês de julho, o clube engatou quatro jogos sem perder, algo que ainda não se repetiu, mas não conseguiu se aproximar mais dos primeiros colocados. Hoje com 34 pontos, o time é seguido de perto por outros postulantes ao G-6 como Botafogo, Vasco, Atlético-PR e Fluminense, que estão no máximo a três pontos da Raposa.

Antes da decisão contra o Flamengo, o time mineiro ainda receberá o Bahia e visitará o Atlético-GO. Sem compromissos neste meio de semana, porém, os jogadores do Cruzeiro estão de folga até esta terça. O objetivo é descansar o grupo, mas também renovar as energias ao lado dos familiares antes de iniciar a primeira de duas semanas decisivas para o time na Copa do Brasil.

"Primeiro vamos descansar, é necessário. Depois voltamos quarta-feira para trabalhar em dois turnos. Depois projetamos o jogo do Bahia, que é o nosso próximo jogo em casa. São semanas boas, é importante ter a possibilidade de recuperar mentalmente, descansar um pouco, ficar com a família e não se preocupar durante dois dias. Isso dá um ganho para quando retornarmos na quarta-feira. E para a gente que acredita muito em treinamento e trabalho, semana cheia é muito bom", definiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos