Santos faz acordo com elenco e promete "bicho dobrado" no fim do Brasileiro

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Luiz Fernando Menezes/Folhapress

A diretoria do Santos ficou empolgada com a vitória contra o Corinthians no clássico do último domingo, na Vila Belmiro, e fez uma proposta ao elenco se conquistar o título brasileiro do arquirrival. O UOL Esporte apurou que a cúpula alvinegra se reuniu com os lideres do elenco após o jogo e prometeu "bicho dobrado" no final do Brasileiro.

A proposta é tentadora, mas não é fácil de ser conquistada. Isso porque a diretoria promete dobrar a premiação somente se o time ficar mais 15 jogos invictos na competição nacional. Quer dizer, o alvinegro praiano não poderia mais perder no Brasileiro.

Independentemente dos resultados – vitórias ou empates – a diretoria santista acredita que a chance de título é muito grande caso a equipe engate mais 15 jogos sem perder. O técnico Levir Culpi chegou a 17 jogos invictos no comando do Santos com o empate contra o Barcelona, no Equador, na última quarta-feira.

É a segunda melhor série invicta do Santos no século. Levir só perde para o técnico Vanderlei Luxemburgo, hoje no Sport e que ficou 18 jogos sem perder no comando do clube paulista em 2007.

O desafio do "bicho dobrado" começa diante do Botafogo, neste sábado, às 19h (de Brasília), no Engenhão, válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na verdade, será um grande desafio pois Levir Culpi escalará um time quase todo reserva, visando o confronto decisivo pela Copa Libertadores, diante do Barcelona, quarta-feira, na Vila Belmiro.

Dos 18 atletas que viajaram para Guaiaquil, apenas 10 ficam à disposição do técnico Levir Culpi para o confronto contra o Botafogo. Com isso, outros 11 deixarão o CT Rei Pelé na manhã de sexta-feira rumo ao Rio de Janeiro para se juntarem à delegação, formando um grupo de 21 relacionados para a partida válida pelo Brasileirão.

Luiz Felipe, Matheus Ribeiro, Orinho, Emiliano Vecchio, Léo Cittadini, Matheus Jesus, Matheus Oliveira, Serginho, Yuri, Arthur Gomes e Lucas Crispim se juntam a João Paulo, Vanderlei, David Braz, Fabián Noguera, Daniel Guedes, Jean Mota, Leandro Donizete, Kayke, Thiago Ribeiro e Vladimir Hernández.

Desta forma, o Santos terá apenas dois titulares em campo no duelo contra os cariocas: o goleiro Vanderlei e o zagueiro David Braz, que cumpriu suspensão no clássico contra o Corinthians e volta a defender o time no Brasileirão.

Três atletas estão suspensos e já não poderiam atuar: casos de Victor Ferraz, Lucas Veríssimo e Lucas Lima. Outros três sofreram suspeita de lesões: casos de Renato, Lucas Lima e Bruno Henrique. Independente da gravidade da lesão, eles serão preservados para o duelo decisivo na Libertadores. Vale lembrar que Copete ainda se recupera de mialgia na perna esquerda e Nilmar de conjuntivite.  

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos