"Ele tem vergonha de admitir", diz Martín Silva sobre gol de braço de Jô

Do UOL, no Rio de Janeiro

Com aparições raras em coletiva, o goleiro Martín Silva resolveu falar sobre a polêmica da rodada. Jogador do Vasco mais revoltado com o gol de braço marcado por Jô, que deu a vitória para o Corinthians por 1 a 0, ele estranhou os argumentos apresentados pelo atacante, que alegou não saber onde exatamente a bola tocou em seu corpo.

"Não existe alguém tocar na bola com qualquer parte do corpo e não sentir. Não posso acreditar que um cara não sabe que põe a mão na bola. Pode até ser, mas para mim ele tem vergonha de admitir", declarou.

Na sequência, o uruguaio resolveu alfinetar Jô, comparando com o caso envolvendo o zagueiro do São Paulo Rodrigo Caio que, curiosamente, se envolveu em um lance com o atacante e se utilizou do fair play, alertando o árbitro sobre um erro.

"Cada um paga com a moeda que quer. Rodrigo Caio está a favor do fair play e agora está brigando contra a Série B. O Jô, que fez o gol com a mão, está brigando pelo título. Para se ver como é aqui no Brasil", disse.

Questionado sobre como reagiria caso estivesse envolvido em um erro de arbitragem, Martín Silva respondeu:

"Não sei como reagiria se fosse comigo porque nunca passei por um lance desses. Mas eu tenho meu modo de agir".
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos