Boa atuação de Cueva faz Dorival repensar escalação do SP para clássico

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Vianna/Eleven/Estadão Conteúdo

    Cueva e Dorival durante treino do São Paulo; peruano pode voltar ao time titular

    Cueva e Dorival durante treino do São Paulo; peruano pode voltar ao time titular

Dorival Júnior terá de pensar em como vai montar o meio de campo do São Paulo para enfrentar o Corinthians, no clássico deste domingo, no Morumbi. Até antes da última rodada do Campeonato Brasileiro, era quase certo que Cueva ficaria no banco de reservas. Só que o triunfo por 2 a 1, fora de casa, sobre o Vitória, com grande atuação do camisa 10, pode fazer o treinador mudar a escalação do time para o Majestoso.

Como Jucilei cumpria suspensão por conta do cartão vermelho recebido no empate com a Ponte Preta, o técnico colocou Jonatan Gomez na linha de quatro meio-campistas em que tem apostado. O meia peruano já havia perdido espaço para Lucas Fernandes, que se destacou nos treinamentos, e ficou novamente entre os reservas. Para o segundo tempo, quando o Tricolor empatava por 0 a 0, Dorival resolveu ousar e substituiu Gomez justamente por Cueva.

Com o camisa 10 em campo, o São Paulo melhorou o seu rendimento. Cueva foi decisivo ao dar uma assistência para o gol de Militão e ainda marcar um gol olímpico. Lucas Fernandes também foi peça importante até cansar e ser trocado por Thomaz, mas é pouco provável que Dorival monte contra o líder Corinthians um meio de campo tão ofensivo,com Petros, Hernanes, Cueva e Lucas Fernandes. A briga será entre os dois últimos e Jucilei por duas vagas no time titular

O São Paulo se reapresenta no CT da Barra Funda nesta terça-feira. Serão cinco dias de treinos até o duelo com os corintianos pela 25ª rodada do Brasileirão. Esse período será a última prova para Cueva mostrar que pode ser de novo o protagonista que foi para o Tricolor entre agosto do ano passado e março deste ano. Coincidentemente, às vésperas do clássico que o peruano mais gosta de disputar.

Cueva enfrentou o Corinthians cinco vezes, marcou dois gols e deu três assistências - no geral, pelo clube, são 60 atuações, com 16 gols e 12 assistências. Com o camisa 10 em campo no Majestoso, o São Paulo venceu uma vez, perdeu outra e empatou em três ocasiões. O melhor desempenho foi na goleada por 4 a 0 no segundo turno do Brasileirão de 2016, quando abriu o placar em pênalti cobrado com cavadinha e deu assistências para David Neres, Luiz Araújo e Chavez fecharem a conta.

Nesta temporada, embora não tenha decidido nenhum clássico contra o Corinthians, Cueva tem como uma das melhores atuações o embate contra o Santos no Campeonato Paulista. Ainda sob comando de Rogério Ceni, o peruano fez um gol e deu uma assistência na vitória por 3 a 1 que quebrou jejum de oito anos sem triunfos são-paulinos na Vila Belmiro. Já contra o Palmeiras, o camisa 10 tem somente um jogo no currículo: a derrota por 4 a 2 há três semanas, no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos