Procuradoria fará denúncia, e Gabriel pode pegar gancho de seis jogos

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

O gesto obsceno do volante Gabriel à torcida do São Paulo deverá levar o corintiano a julgamento no STJD. De acordo com Felipe Bevilacqua, procurador geral do órgão, o tema será denunciado pela procuradoria, o que enquadra o jogador no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. A punição mínima é de um jogo de suspensão e a punição máxima é de seis partidas.

"Com certeza se enquadra em uma atitude antidesportiva e ofensiva. O Código (CBJD) prevê que será levada a julgamento. Os jogadores são profissionais e devem se comportar como tal", comentou Felipe em entrevista ao UOL Esporte

Orientado pelo Corinthians, Gabriel pediu desculpas pelo gesto assim que deixou os vestiários. "A torcida xingou bastante na hora do gol, até entendo a situação deles, mas isso acontece. Acabei retribuindo o gesto e peço desculpas se ofendi a pessoa que fez isso ou algum outro torcedor se doeu junto. Isso não é maior que o jogo", afirmou o volante.
 
Mais tarde, o time alvinegro divulgou um vídeo no Twitter com um novo pedido de desculpas do jogador. "Vim aqui neste vídeo pedir desculpas pelo acontecido na partida de hoje contra o São Paulo. Foi um momento de euforia e não faz parte do meu caráter e índole. Novamente, peço desculpas aos presentes no estádio e a todos os familiares e crianças que estavam assistindo ao jogo", declarou Gabriel.
De acordo com Bevilacqua, o impacto do pedido de desculpas de Gabriel só poderá ser medido pelos auditores, a quem caberá definir se o jogador deve ou não ser punido. A tendência, ainda de acordo com o procurador geral, é que a denúncia seja apresentada nesta semana e o corintiano seja julgado nesta ou na semana seguinte. 
 
Reprodução Twitter

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos