Sem esquecer o G-6, presidente do Atlético-MG diz que meta é ficar na elite

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Oswaldo de Oliveira foi escolhido por Daniel Nepomuceno para assumir o comando do Atlético-MG

    Oswaldo de Oliveira foi escolhido por Daniel Nepomuceno para assumir o comando do Atlético-MG

Experiência. Essa foi a justificativa do presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, para a contratação do técnico Oswaldo de Oliveira. O treinador chegou à Cidade do Galo com uma missão imediata: conseguir um alívio momentâneo.

Com 31 pontos conquistados, apenas três acima do São Paulo, o primeiro time dentro da zona do rebaixamento, o Atlético sente ameaçado. Conseguir atingir os 45 pontos o quanto antes é a primeira tarefa que Oswaldo de Oliveira recebeu do mandatário atleticano.

"Principal motivo foi a experiência. A gente sabe que estamos devendo, que o momento é difícil, mas não é crítico. A gente confia no poder da experiência dele. O objetivo claro e principal é de trazer estabilidade e de conseguir quatro, cinco vitórias o mais rápido possível".

Na próxima rodada o Galo vai até Curitiba, para enfrentar o Atlético-PR, neste domingo, às 19h, na Arena da Baixada. O jogo válido pela 26ª rodada do Brasileirão vai marcar a estreia de Oswaldo de Oliveira, que chegou à Cidade do Galo com dois auxiliares. Luiz Alberto e Thiago Larghi também foram contratados pelo Atlético.

Embora a meta imediata seja ficar longe de qualquer risco de rebaixamento, Nepomuceno não deixa de pensar em disputar a próxima Copa Libertadores. Em agosto, logo após ser eliminado do torneio, pelo Jorge Wilstermann, o dirigente chegou a dizer que um lugar no G-6 era obrigação naquele momento. O discurso mudou, mas a cobrança por resultados positivos segue alta.

"A meta número 1 agora é estabilidade. Aumentar na tabela e subir três ou quatro posições nos próximos jogos. Eu como presidente e líder, sempre vou cobrar mais. Sempre vou achar que tenho que mirar lá em cima. Quero focar agora, no domingo. Não posso esquecer de domingo e de quarta-feira, mas sempre vou pensar para frente. Eu trabalho demais para poder pensar lá na frente", completou o presidente do Atlético.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos