Em crise, Sport não controla os nervos e vê expulsões dobrarem

Roberto Oliveira

Colaboração para o UOL

  • MARCELLO ZAMBRANA/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

    À flor da pele: Diego Souza acumula 7 cartões nos últimos 14 jogos pelo Sport

    À flor da pele: Diego Souza acumula 7 cartões nos últimos 14 jogos pelo Sport

Há oito partidas sem vitória no Brasileirão, o Sport deixou a briga pela Libertadores, despencou na tabela e se vê apenas dois pontos acima da zona de rebaixamento. Em meio à crise que se instalou na Ilha do Retiro, um dado tem chamado a atenção nas últimas rodada: a indisciplina. Nos dois últimos jogos, o time dobrou o número de expulsões. 

Até a partida contra o Avaí, na antepenúltima rodada, o Sport tinha apenas uma expulsão no Brasileirão. Nas duas partidas seguintes, derrota por 2 a 0 contra o Flamengo e empate por 1 a 1 ante o Vasco, foram dois vermelhos. O dobro. 

Um detalhe que salta aos olhos é que ambas expulsões não foram por lances violentos, mas por indisciplina. Tanto Patrick, contra o Flamengo, como Diego Souza, diante do Vasco, foram mais cedo para o chuveiro depois de abusarem na reclamação com a arbitragem. O que evidencia os nervos à flor da pele na equipe em seu momento mais complicado desde a chegada de Vanderlei Luxemburgo.

O experiente treinador, aliás, já identificou o problema da indisciplina na equipe. "Luxemburgo vem trabalhando nisso também, pedindo para a gente ter calma, paciência, não falar com a arbitragem. É prestar atenção nisso daí e acho que não vamos mais passar por isso", afirmou o volante Anselmo, que vem reconquistando espaço na equipe após lesão. 

"Acho que a gente está querendo buscar os nossos objetivos. Então, a gente fica com essa tensão. A gente tem que buscar o equilíbrio nisso aí. Quando as coisas não acontecem, o cara acaba estourando", explicou o jogador. 

Diego Souza reflete nervosismo 

O melhor exemplo do nervosismo que tomou conta dos atletas do Sport durante a queda da equipe é Diego Souza. Há mais de dois meses sem marcar, o craque do time acumula seis cartões amarelos nas últimas 14 partidas, segundo dados do FootStats - além da expulsão com apenas 20 minutos de jogo contra o Vasco. 

O período coincide justamente com o fim da novela com o Palmeiras, que tentou sem sucesso a contratação do meia-atacante a pedido de Cuca no início de julho. Antes da negociação, o camisa 87 tinha levado apenas 4 cartões amarelos em 30 jogos no ano. Desde que anunciou sua permanência do clube, ele ainda não reencontrou seu bom futebol e tem recebido críticas de parte da torcida, fato novo em seus quase quatro anos de Sport.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos