Com gol sem querer, Chapecoense empata com o Vasco em São Januário

Do UOL, no Rio de Janeiro

Em confronto direto na luta para se distanciar da zona do rebaixamento, o Vasco recebeu a Chapecoense em São Januário, ainda sem torcida por conta dos incidentes registrados no clássico diante do Flamengo.

Com um gol de Rios e um do lateral Reinaldo, os times não saíram de um empate por 1 a 1, resultado que não traz alívio para ninguém na luta para se distanciar da parte de baixo.  O Cruz-maltino permaneceu na 9ª colocação, assim como a Chape, que segue em 10º com o resultado. Os resultados de domingo poderão fazer com que cariocas e catarinenses desçam na tabela.
 
O empate foi um justo resultado para o bom jogo disputado em São Januário. Dono dos primeiros 45 minutos, o Vasco foi premiado com um gol de Andrés Rios. Melhor postada na etapa final, a Chape igualou a parada e conseguiu o empate em um belo gol de Reinaldo.
 
Na próxima rodada, o Vasco visita o Avaí. Os catarinenses voltam ao Rio de Janeiro para encarar o Botafogo.
 
Superioridade absoluta
 
O Vasco iniciou a partida em São Januário dando um claro recado aos visitantes: iria sufocar desde o primeiro minuto. E assim foi. Com velocidade, ultrapassagens e triangulações, o Vasco chegou na cara do goleiro Jandrei em diversas ocasiões.
 
Com menos de 10 minutos de bola rolando, Pikachu, Anderson Martins e Wellington já tinham assustado o goleiro alviverde.  Sem dar nenhuma chance ao rival, o Cruz-maltino seguiu ditando o ritmo da partida e colocou em prática o toque de bola, uma das marcas registradas do técnico Zé Ricardo. 
 
De tanto martelar, o Vasco foi premiado com o seu gol. Aos 24, Madson foi ao fundo e cruzou para Andrés Rios marcar. A supremacia vascaína seguiu e só foi ameaçada por Martín Silva, que cometeu falha feia na reposição e entregou a bola nos pés de Wellington Paulista. Para sorte dos donos da casa, o camisa 9 desperdiçou. Arthur Kayke ainda bateu uma bola com perigo, mas a vitória parcial dos cariocas fez justiça pelo que foi o jogo nos primeiros 45 minutos.
 
Chapecoense reage
 
A Chape voltou para o segundo tempo mais disposta, o que fez o jogo ficar ainda mais franco. Com uma postura mais ofensiva, a equipe visitante atacou os vascaínos, que não ficaram "sentados" no resultado.
 
Rios perdeu uma chance incrível de marcar e praticamente liquidar o jogo, e o Vasco foi castigado um pouco depois. Aos 17, Reinado mandou uma bomba que Martín Silva mandou a escanteio. Era apenas um ensaio. Um minuto depois, o mesmo Reinaldo encobriu o uruguaio e marcou um golaço.
 
Animada com o gol, a Chape partiu para dentro do Vasco, que também teve mais espaços para penetrar. O resultado desta combinação foi uma partida aberta em São Januário, e qualquer uma das equipes poderia ter saído com os três pontos. As equipes colecionaram chances criadas [e perdidas] e o empate foi um placar justo.
 
Argentino faz o primeiro
Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 
Um dos reforços do Vasco para o Brasileiro, o argentino Andrés Rios marcou seu primeiro gol com a camisa vascaína. Não fosse um incrível gol perdido no segundo tempo, o camisa 9 teria feito mais um em São Januário. Esta foi a sexta vez que o atacante defendeu a equipe. Apesar dos 28 anos de idade, Rios não é um jogador de muitos gols na carreira. Somados os sete clubes que defendeu, ele anotou apenas 30 gols até hoje.

Apoio incondicional

Assim como na vitória contra o Grêmio, os vascaínos fizeram a festa do lado de fora de São Januário. Por conta da punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), os vascaínos não puderam acompanhar ao vivo o jogo.

Roupa nova

O Vasco utilizou pela primeira vez o seu novo terceiro uniforme. A camisa, predominantemente preta, traz homenagens ao estádio São Januário, que completa 90 anos. O calção é cinza. A fornecedora de material esportivo do clube postou um vídeo e apresentou o novo manto vascaíno.

Velho Guerreiro

Por meio de seu Twitter, o Vasco homenageou Chacrinha, vascaíno confesso. O apresentador de televisão faria 100 anos neste sábado.

Estatística

A partida deste sábado foi apenas a quarta entre os adversários. O confronto permanece totalmente equilibrado, com dois empates e uma vitória para cada lado.

VASCO X CHAPECOENSE 

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ) 
Hora: 16h (horário de Brasília) 
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO) 
Auxiliares: Bruno Raphael Pires (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Cartões amarelos: Jean, Breno, Thalles (VAS)
Cartões vermelhos:
Gols: Andrés Rios, aos 24 minutos do primeiro tempo; Reinaldo, aos 19 minutos do segundo tempo.
 
Vasco 
Martín Silva; Madson (Manga Escobar), Breno, Anderson Martins e Ramon; Jean (Evander), Wellington, Yago Pikachu, Nenê e Mateus Vital; Andrés Ríos (Thalles). Técnico: Zé Ricardo 
 
Chapecoense 
Jandrei; Apodi, Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Elicarlos (Dodô), Moisés Ribeiro e Lucas Mineiro; Alan Ruschel (Penilla), Arthur e Wellington Paulista (Túlio de Melo)Técnico: Emerson Cris 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos